PUBLICIDADE
Topo

'Peruca truck' percorre hospitais para doar cabelos a pacientes com câncer

Simone Machado

Colaboração para o UOL

28/08/2021 04h00

Assim que o caminhão rosa choque Iveco Daily, ano 2014, chega no estacionamento do hospital, o clima fica mais leve e alegre. O veículo chama a atenção de pacientes e acompanhantes. Não há quem não se surpreenda ao vê-lo passar.

O que parece um salão de beleza em quatro rodas é muito mais do que isso - é um banco de peruca móvel, que tem o objetivo de levar alegria e esperança para mulheres e crianças que estão em tratamento contra o câncer.

O baú de poucos metros quadrados é todo customizado e equipado como um salão de beleza: possui uma prateleira de acrílico onde ficam expostos os diversos modelos de perucas, tem bancada com espelho, cadeira como a dos salões de beleza, ar-condicionado e um elevador que possibilita o acesso de pessoas com deficiência.

"Ele foi projetado para ser um salão de beleza móvel, por isso é todo mobiliado como um salão mesmo, incluindo a iluminação, que funciona através de um sistema elétrico independente ao do veículo e é ligado a uma fonte externa", explica Mariana Robrahn, fundadora da ONG Cabelegria, responsável pelo banco de peruca móvel.

Além das perucas expostas na vitrine, em um pequeno armário ficam dezenas de modelos para atender às pacientes. São pelo menos 150 perucas disponíveis para cada hospital visitado.

Peruca Truck - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Rodando por estradas do interior de São Paulo, o banco de peruca móvel já visitou nove cidades neste mês, entre elas Campinas, Sorocaba, Araçatuba, São José do Rio Preto e Marília. E passará por mais quatro hospitais na capital paulista em setembro. A previsão é de que mais de 500 perucas sejam doadas nesse período.

O serviço existe há cinco anos, mas precisou ser paralisado por diversos problemas, sendo retomado neste mês.

"O veículo rodou por hospitais paulistas de 2016 a 2018, mas o trabalho foi interrompido por falta de patrocínio. Nessa época o truck era alugado e não tínhamos como mantê-lo sem ajuda. Depois dessa interrupção nós ganhamos o baú da empresa que o fabricou, mas ainda faltava o caminhão para leva-lo, que na época custava em torno de R$ 120 mil. Em 2019 nós conseguimos que uma empresa nos ajudasse com a compra dele", explica Mariana.

Com o veículo completo, que hoje é de propriedade da ONG, o projeto voltou a circular em março do ano passado, mas precisou mais uma vez ser interrompido por causa das restrições impostas para conter o avanço da covid-19 no país.

Agora, com a retomada, a expectativa é de que, além do estado de São Paulo, o truck rode por outros estados e leve o projeto para vários municípios espalhados pelos país.

"Em outubro teremos ações praticamente todos os dias com o caminhão, vamos para Curitiba e Belo Horizonte. A ideia é ir para mais estados, mas dependemos de patrocínio para custear essas ações", acrescenta a fundadora da ONG.

ONG Cabelegria

Fundada em outubro de 2013 pelas amigas Mariana Robrahn e Mylene Duarte, a Cabelegria é uma ONG que arrecada cabelos, confecciona e distribui perucas para pacientes com câncer através do bancos de perucas - móvel e fixo.

Todo o processo é gratuito e, para isso, a ONG também conta com a doação e arrecadação de cabelo.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.