PUBLICIDADE
Topo

Volkswagen quer construir miniônibus 100% autônomo em 2025

Do UOL

Em São Paulo (SP)

12/05/2021 10h45

A Volkswagen confirmou que irá iniciar testes com seu miniônibus elétrico ID Buzz para suas capacidades autônomas ainda este ano. A empresa alemã, que visa que o modelo seja usado para o transporte compartilhado em cidades, quer empregá-lo também para desenvolver direção autônoma nível 4 até 2025. Os testes serão feitos na cidade alemã de Munique e no estado norte-americano da Pensilvânia.

O ID Buzz ainda não está pronto, e deve ser construído no próximo ano. O anúncio em questão ocorre pelo fato de a Volkswagen ter fechado um acordo com a empresa de tecnologia autônoma Argo AI para viabilizar seu sistema ambicioso.

As empresas visam oferecer direção autônoma nível 4. Isso define que o veículo poderia ser guiado por um humano, mas seria já completamente autossuficiente em uma área geograficamente restrita.

O fato de o modelo ser desenvolvido em dois países diferentes fará com que ele tenha mais tempo de trabalho, já que a parceria terá engenheiros trabalhando em dois fusos.

Fundador da Argo AI, Bryan Salesky definiu como estão sendo os testes de seu sistema. "Na nossa pista, estamos recriando as condições de chuva e clima em geral".

"Geramos vapor e névoa como em um cano de esgoto. Temos pedestres, ciclistas e motociclistas falsos que pularão na frente de nosso veículo no último minuto e farão testes para garantir que estamos lidando com tudo corretamente. E temos até o que é chamado de canhão de lama, onde explodimos sujeira e detritos em nossos sensores e nos certificamos de que os sistemas de limpeza estão funcionando corretamente."

O sistema da Argo usa câmeras de longo alcance, microfones e radar para aferir as redondezas do veículo. Apesar do aperfeiçoamento ser difícil, a empresa acredita que seu lançamento em 2025 ao lado do ID Buzz é possível.

"Os veículos com motorista digital permitem o acesso à mobilidade para realmente todos, você democratiza a mobilidade e isso vira um produto de serviço", disse o chefe de mobilidade como serviço da Volkswagen, Christian Senger.

"O motorista digital será ainda mais seguro do que o motorista humano. E como nosso compromisso com a mobilidade dos veículos elétricos nas cidades também pode ser muito limpo, as cidades se tornam mais atraentes para se viver."