PUBLICIDADE
Topo

Accord chega para ser o primeiro de três híbridos da Honda no Brasil

José Antonio Leme

do UOL, em São Paulo (SP)

09/04/2021 11h21

A Honda apresentou hoje a reestilização do seu sedã de luxo Accord. O modelo chegará ao Brasil no segundo semestre e, além do visual com retoque, virá equipado com a tecnologia híbrida pela primeira vez.

Os valores da nova versão não foram divulgados. O modelo atual à disposição no site da marca ainda é da linha 2020, usa motor 2.0 turbo a gasolina de 256 cv, tem tração dianteira e câmbio automático de dez marchas. O preço divulgado é de R$ 267.400 (base SP) ou R$ 257.900 para os demais estados.

Honda Accord Hybrid  - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Tecnologia híbrida e:HEV

O novo Accord Hybrid é o primeiro de três modelos híbridos que a Honda promete oferecer no Brasil até 2023. A tecnologia do sedã de luxo é a nomeada pela Honda como e:HEV.

Ela combina o motor quatro cilindros de 2 litros, aspirado, de ciclo Atkinson - que privilegia a economia de combustível - a dois motores elétricos. O 2.0 rende 145 cv e 17,8 mkgf, enquanto os elétricos entregam 184 cv e 32,1 mkgf.

O câmbio é um automático do tipo CVT desenvolvido para conjuntos híbridos. Segundo a Honda, o Accord híbrido tem consumo de 17,6 km/l na cidade e de 17,1 km/l na estrada, isso com as medições aferidas e divulgadas na tabela do Conpet, do Inmetro.

Um dos motores elétricos serve para gerar tração, ou seja, mover as rodas, e o outro apenas como motor gerador. O Accord Hybrid vem com três modos de condução: EV Drive, Hybrid Drive e Engine Drive.

Honda Accord Hybrid  - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O primeiro é 100% elétrico, usando o motor elétrico de tração para mover o carro com a energia da bateria. O modo Hybrid Drive acionar o motor a combustão apenas para recarregar a bateria de íons de lítio e gerar energia para o motor elétrico mover o carro.

Já o modo Engine Drive conecta as rodas diretamente ao motor a combustão, por meio de uma embreagem de conexão. Esse modo funciona em velocidades de cruzeiro, como em rodovias, quando o 2.0 está na melhor faixa de eficiência energética - gasta menos.

No câmbio CVT, além do modo normal, o condutor pode optar pela condução Sport (esportivo) e Econ (econômico). Além de mudar a resposta do câmbio e do carro, há ainda um sistema de regeneração da energia por meio de um "freio motor" elétrico que funciona em adição ao freio motor gerado pelo 2.0.

Há quatro níveis de ajuste que aumentam ou reduzem incidência do freio motor, o ajuste é feito por borboletas atrás do volante, como se fossem para troca de marchas. Com a da mão esquerda é possível aliviar o freio motor e a da direita aumenta a força do funcionamento.

Quanto mais forte o nível de uso, mais energia é regenerada das frenagens para a bateria e também reduz o uso do pedal de freio, uma vez que o sistema reduz a velocidade do veículo naturalmente.

Honda Accord Hybrid  - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Reestilização

Além da nova tecnologia, o Accord híbrido chega com um tapinha no visual. Na frente ele traz novas grades e para-choque, responsável por acomodar os faróis de neblina que agora são de LEDs, como os faróis principais.

As rodas agora são de 17 polegadas (no a combustão eram de 18") e tem um desenho mais fechado, o que faz com que o ar passe mais livre, gerando menos arrasto. Atrás, as mudanças ficam completas por um novo defletor no para-choque e o logo e:HEV que identifica a tecnologia da Honda.

Por dentro, uma das novidades é a integração sem fio a Android Auto e Apple CarPlay. Há também carregador por indução mais potente no console central (15 Watts). Quem vai atrás ganhou duas saídas USB extras para recarga de componentes. O painel de instrumentos virtual e os botões do volante multifuncional tem novos grafismos.

Honda Accord Hybrid  - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Equipamentos

Em termos de tecnologia ele continua a oferecer o pacote Honda Sensing, que inclui o controle de velocidade adaptativo, frenagem autônoma de emergência com alerta de colisão frontal e assistente de permanência em faixa com correção no volante.

Ele manteve ainda a câmera no espelho retrovisor direito que, ao ligar seta a direita, ele mostra a imagem na central multimídia para garantir que não há veículos ou bicicletas no ponto cego do motorista.

Duas novidades são a frenagem em manobras, para evitar pequenas colisões em baixa velocidade, e o alerta de uso do banco traseiro, que avisa caso as portas traseiras tenham sido abertas antes de iniciar a viagem. O sistema é para evitar que crianças sejam esquecidas no banco traseiro.

O pacote fica completo com os controles de tração e estabilidade e os oito airbags distribuídos pela cabine - é o primeiro Honda com essa quantidade de airbags à venda no Brasil.

Honda Accord Hybrid  - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação