PUBLICIDADE
Topo

Fã de carros, príncipe Philip foi motorista de Obama e guiou até os 97 anos

Príncipe Philip guia para família Obama e rainha Elizabeth - Getty Images
Príncipe Philip guia para família Obama e rainha Elizabeth Imagem: Getty Images

Do UOL

Em São Paulo (SP)

09/04/2021 11h41

Aos 99 anos de idade, o Príncipe Philip - marido da Rainha Elizabeth - morreu nesta sexta-feira. Sempre um apaixonado por carros, ele tinha um prazer especial por dirigir o que quer que fosse: carros, motos, tanques e até mesmo ônibus.

Nem com a idade avançada ele abriu mão de guiar. Tanto, que em 2019 ele se envolveu em um acidente automotivo enquanto dirigia, aos 97 anos de idade.

phil - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Conhecido como duque de Edimburgo, ele era do tipo que guiava carros reais em visitas oficiais sempre que possível ao longo dos anos. Em 2016, chegou a até mesmo ser motorista para o casal Barack e Michelle Obama em compromisso oficial pelo Reino Unido. Presidente e primeira-dama dos EUA e a própria rainha Elizabeth foram do aeroporto ao castelo de Windsor em um Range Rover Vogue.

Mas bem antes, em 1939, Philip cortejou a então princesa Elizabeth com passeios em um carro da MG que possuía. O clássico conquistou Elizabeth, que chegou a escrever sobre ele em uma carta.

phil2 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

"Philip gosta de dirigir e faz isso rápido", disse ela na época.

"Ele tem seu próprio e minúsculo MG, do qual se orgulha muito. Ele me levou com ele uma vez em Londres, e foi muito divertido. Só que era como sentar na estrada, já que as rodas são quase tão altas quanto a altura da cabeça."

Nos últimos anos, Philip costumava guiar um táxi preto para ser discreto em compromissos particulares. O modelo da Metrocab era especial: datado de 1999, ele é movido a gás natural. Depois de 18 anos usando o veículo, ele passou a ficar em um museu de carros em Sandringham, na Inglaterra.

Em 1954, a Aston Martin fez um Lagonda 3 Litre Drophead Coupé especialmente para Philip. O modelo possuía um espelho extra para que a rainha checar seu chapéu e um telefone rádio para que ele pudesse falar com o príncipe Charles, seu filho.

phil3 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O amor do Duque de Edimburgo era tão grande pelos carros que nem depois do acidente sofrido aos 97 anos ele parou de dirigir. Após capotar sua Land Rover, na ocasião em que um dos ocupantes do outro carro chegou a quebrar o pulso, por vezes ele foi flagrado ao volante de outros carros mesmo com quase 100 anos, mas agora apenas em propriedades fechadas da família real.

O assunto era visto como polêmico, após o duque ter sido responsabilizado pelo acidente. Philip até mesmo escreveu uma carta para uma das vítimas se desculpando.

Entretanto, apesar da experiência ruim no fim da vida, seu amor pelos carros ficou intocado e foi eternizado por diversas imagens ao longo de sua vida pública de mais de 60 anos.