PUBLICIDADE
Topo

Casal processa Mercedes por medo de guiar modelo de R$ 861 mil

Proprietário posa ao lado de Mercedes S550 - ARLEN REDEKOP/PNG
Proprietário posa ao lado de Mercedes S550 Imagem: ARLEN REDEKOP/PNG

Do UOL

Em São Paulo (SP)

08/01/2021 15h41

O Mercedes-Benz S550 2017 de um casal na cidade canadense de Vancouver é o centro de uma polêmica. Os proprietários dizem ter medo de guiar o carro após a concessionária local se recusar a consertar um defeito na direção. O modelo avaliado em cerca de US$ 160 mil (R$ 861 mil na cotação atual) está estacionado há quase três anos e só percorreu 6.500 km ao todo.

O impasse ocorre após o volante ter travado enquanto o casal, Datong Yang e Guifang Huo, viajava. Entretanto, a concessionária Mercedes-Benz Richmond disse que não encontrou nada de errado no veículo. O problema ocorreu uma segunda vez e o local também se recusou a consertar.

O carro não está em uma lista de recall no Canadá, mas a Mercedes fez um recall de vários veículos nos EUA por problemas de direção, incluindo modelos da Classe S construídos entre 2015 e 2019. De acordo com o site Cars.com, "um transistor na unidade de controle da direção hidráulica pode superaquecer resultando na desativação do sistema de energia podendo aumentar o risco de um acidente".

A concessionária recomendou que Yang venda o modelo ou continue a dirigi-lo, entretanto ele disse que não irá fazer nada porque está preocupado em colocar a sua e a vida de outros compradores em risco.

A luta do casal levou a questão à sede da fabricante na Alemanha, onde Yang disse que foi informado que o veículo deveria ser recolhido e consertado. No início de 2019, o casal entrou com um processo contra a Mercedes-Benz na justiça do Canadá por danos não especificados, incluindo perda de aproveitamento do veículo. O caso ainda não foi a julgamento.

"Estamos fazendo isso por uma boa causa, para que eles possam fazer mais pesquisas (sobre o defeito) antes que alguém se machuque", disse Yang.

"Mas a Mercedes-Benz continua a se esquivar da responsabilidade, a atrasar tudo e a negar tudo".

O Vancouver Sun entrou em contato com o gerente da concessionária de Richmond, que encaminhou as perguntas para a matriz canadense da Mercedes-Benz, em Toronto.

"A Mercedes-Benz Canada valoriza profundamente os relacionamentos que construímos com nossos clientes em todo o país", disse o gerente de comunicações corporativas, Zak Paget, por e-mail. "No entanto, não estamos em posição de comentar devido aos processos judiciais em andamento."