PUBLICIDADE
Topo

Renault Kwid volta a ser carro mais barato do país com aumento do Fiat Mobi

Versão de entrada do Kwid sai de fábrica com quatro airbags - Divulgação
Versão de entrada do Kwid sai de fábrica com quatro airbags
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

26/05/2020 09h20

Resumo da notícia

  • Renault Kwid volta a se isolar no posto de carro mais barato do país
  • Fiat Mobi ficou R$ 1.000 mais caro e agora parte de R$ 35.990
  • Versão de entrada do Kwid tem 4 airbags e ganchos Isofix de fábrica

O Renault Kwid é, novamente, o carro mais barato do Brasil. A versão de entrada Life se livrou do aumento feito pela marca e permaneceu custando R$ 34.990. Enquanto isso, a Fiat reajustou os preços de praticamente toda a gama, e o Mobi Easy agora custa R$ 35.990.

Sem opcionais, o Kwid Life sai de fábrica com airbags laterais frontais, indicador de troca de marcha, ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix, abertura interna do porta-malas, desembaçador do vidro traseiro e rodas de aço de 14 polegadas com calotas.

Há algum tempo Mobi e Kwid "travam" um duelo pelo posto de veículo novo mais acessível do país. Recentemente, os compactos estavam "empatados" no preço inicial idêntico, mas o aumento realizado pela Fiat voltou a favorecer a Renault.

Vale ressaltar que várias montadoras reajustaram seus preços por conta da valorização do dólar. A própria Anfavea (Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores) admitiu que o aumento seria inevitável, embora cada montadora é que decide como vai repassar o reajuste ao consumidor.