PUBLICIDADE
Topo

Na Garagem


Dono de equipe na F1, bilionário canadense planeja comprar Aston Martin

Aston Martin DBS Superleggera - Divulgação
Aston Martin DBS Superleggera Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

06/12/2019 10h22

O bilionário canadense Lawrence Stroll, pai do piloto Lance Stroll, estaria interessado em adquirir ações da Aston Martin e rebatizar sua equipe no mundial de Fórmula 1, a Racing Point, com o nome da tradicional marca de carros de luxo britânica.

Sem vender tantos carros quanto se esperava desde outubro do ano passado, as ações da Aston Martin têm caído. Assim, Stroll quer adquirir uma participação acionária grande na companhia de acordo com informações dos sites ingleses Autocar e RaceFans.net.

Com o valor atualmente abaixo do normal, os investidores da Aston Martin acreditam que a fabricante esteja em uma boa posição para a negociação. A empresa lançou vários carros nos últimos anos, incluindo o DB11, o DBS Superleggera, o Vantage, além do crossover DBX no mês passado.

Nenhuma das partes comentou o rumor. Atualmente empresário no ramo automobilístico, Stroll fez sua fortuna investindo no mundo da moda, em marcas como Ralph Lauren, Tommy Hilfiger e Pierre Cardin.

A aquisição pode ter sérias implicações para a equipe Red Bull, que tem como patrocinadora principal a Aston Martin. As duas empresas fizeram em colaboração o hipercarro Valkyrie, que deve entrar no Campeonato Mundial de Endurance - que inclui as 24 Horas de Le Mans - na temporada 2020-21.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Na Garagem