Topo

Seu Automóvel


Seu Automóvel

Prefeitura gaúcha cria alternativa à placa Mercosul contra 'forasteiros'

Prefeitura de Liberato Salzano (RS) orienta a colocar o adesivo na parte traseira, ao lado da placa Mercosul, para não deixar dúvida de onde é o veículo - Divulgação
Prefeitura de Liberato Salzano (RS) orienta a colocar o adesivo na parte traseira, ao lado da placa Mercosul, para não deixar dúvida de onde é o veículo
Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/07/2019 07h00

Resumo da notícia

  • Liberato Salzano distribui adesivos com a bandeira da cidade
  • Prefeitura orienta a afixar adesivo na traseira do carro, ao lado da placa
  • Padrão Mercosul não traz identificação do município de registro
  • Cidade tem cerca de 5,3 mil habitantes

Lançada no Rio de janeiro em setembro do ano passado e atualmente disponível em sete Estados, a placa Mercosul virou motivo de polêmica no fim de novembro de 2018. Na ocasião, alegando redução nos custos, o governo federal anunciou a retirada do brasão do município e da bandeira do Estado, elementos até então utilizados no novo formato de identificação veicular.

As críticas, provenientes inclusive de leitores de UOL Carros, foram direcionadas à dificuldade de verificar visualmente a cidade onde determinado veículo foi registrado, ao contrário do que acontece há anos com a placa cinza - que traz essa informação em uma tarjeta. Por conta dessa contrariedade, a Prefeitura do pequeno município de Liberato Salzano, localizado ao norte do Rio Grande do Sul, encontrou uma solução alternativa.

O prefeito Gilson de Carli (MDB) anunciou ontem no Facebook que a administração municipal começou a distribuir gratuitamente aos moradores um adesivo com a bandeira da cidade. De acordo com postagem na rede social, a medida tem como objetivo "melhorar a segurança do município".

"A medida não é obrigatória, mas, se os motoristas aderirem, estarão contribuindo para aumentar a segurança e a eficácia na identificação dos veículos da nossa cidade aqui, ou em outras localidades", justificou o prefeito.

Ao todo, serão disponibilizados de forma gratuita na Prefeitura cerca de 3.000 adesivos, com a orientação que sejam afixados na parte traseira, ao lado da placa Mercosul. Consultado pela reportagem, o Detran-RS informa que Liberato Salzano tem uma frota de 2.908 veículos registrados, mas não tem estimativa de quantos deles já circulam com o novo padrão.

Vale destacar que a informação sobre o município e o Estado de registro da placa Mercosul podem ser consultados por meio do QR Code, código bidimensional que traz outras informações do veículo, acessíveis por meio da câmera do celular e de um aplicativo específico. Esse código também permite rastrear a produção da placa e substitui o lacre hoje utilizado na placa cinza.

A identificação do município de registro não estava prevista no projeto original do formato Mercosul e não é adotada na Argentina, no Uruguai e no Paraguai, os outros países que também utilizam o formato.

Prefeitura da cidade confeccionou 3.000 unidades do adesivo, que correspondem a frota de veículos da cidade gaúcha - Divulgação
Prefeitura da cidade confeccionou 3.000 unidades do adesivo, que correspondem a frota de veículos da cidade gaúcha
Imagem: Divulgação

Novo formato estreou em dezembro no RS

Segundo o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul, a placa Mercosul foi implementada no Estado em 17 de dezembro do ano passado. Desde então, mais de 640,8 mil carros foram emplacados com o formato.

Ainda de acordo com o Detran-RS, o órgão não tem informação se outras cidades no Estado adotaram iniciativa semelhante, salientando que "é natural a preocupação, especialmente quando se pensa em segurança". O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito também foi consultado para falar a respeito da iniciativa da prefeitura gaúcha, mas até o momento não enviou posicionamento.

Liberato Salzano, informa o site da Prefeitura, tem aproximadamente 5,3 mil habitantes e 77,6% deles residem na área rural. Portanto, é uma cidade onde "forasteiros" facilmente chamam a atenção, inclusive da polícia local.

Atualmente, a placa Mercosul está presente no Rio de Janeiro, no Amazonas, na Bahia, no Espírito Santo, no Paraná, no Rio Grande do Norte e no Rio Grande do Sul.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Seu Automóvel