Topo

Testes e lançamentos


McLaren GT: superesportivo tem 620 cv e é mais leve que um Renegade

Design elegante: McLaren GT é um superesportivo feito para viajar - Divulgação
Design elegante: McLaren GT é um superesportivo feito para viajar
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/05/2019 07h00

Resumo da notícia

  • Bólido é movido por um motor 4.0 V8 biturbo
  • GT é um dos 18 lançamentos da McLaren até 2025
  • Carro tem estrutura de fibra de carbono e pesa pouco mais de 1,5 tonelada

A McLaren revelou ontem (15) o GT. O novo modelo é o quarto do Track25, plano de negócios que prevê um investimento de 1,2 bilhão de libras esterlinas (aproximadamente R$ 6,1 bilhões) para lançar 18 novos veículos ou modelos até 2025.

Feito com a proposta de ser um legítimo Grand Tourer -- um carro para realizar viagens longas com conforto e esportividade --, o GT é movido por um motor 4.0 V8 biturbo de 620 cv e torque máximo de 64,2 kgfm. A transmissão é automática de seis marchas com opção de trocas sequenciais por aletas atrás do volante.

De acordo com a fabricante, o GT vai de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos e de 0 a 200 km/h em 9 segundos. A velocidade máxima é de 326 km/h.

GT é mais leve que um Jeep Renegade - Divulgação
GT é mais leve que um Jeep Renegade
Imagem: Divulgação

Autonomia é de 666 quilômetros e o consumo médio informado pela McLaren é de 6,4 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada -- números elogiáveis para um superesportivo.

Contribuem para os bons resultados o tanque de 72 litros e o peso de 1.530 kg, quase 100 kg a menos do que um Jeep Renegade Longitude Diesel. O GT consegue ser tão leve graças ao uso de fibra de carbono em toda a estrutura do veículo, combinada com alumínio em várias partes da carroceria.

Linhas elegantes: o GT é o maior McLaren já vendido pela marca - Divulgação
Linhas elegantes: o GT é o maior McLaren já vendido pela marca
Imagem: Divulgação

O GT tem 4,68 metros de comprimento (fazendo dele o modelo mais longo vendido atualmente pela McLaren), 1,21 m de altura, 2,09 m de largura e 2,67 m de entre-eixos. As rodas são de 20 polegadas na dianteira e de aro 21 atrás -- as maiores que já equiparam um carro da marca. Seu design segue a identidade visual da McLaren, mas traz diferenças no estilo, especialmente no desenho da traseira.

Revestimento de qualidade e materiais como fibra de carbono e alumínio estão na cabine do GT - Divulgação
Revestimento de qualidade e materiais como fibra de carbono e alumínio estão na cabine do GT
Imagem: Divulgação

A cabine combina materiais nobres como fibra de carbono, alumínio e couro do tipo Nappa, sendo que a marca promete oferecer a opção de revestimento em cashmere até o fim do ano -- esta será a primeira vez que o material é empregado em um automóvel de produção. No lugar do painel de instrumentos convencional há uma tela de TFT de 12,3 polegadas totalmente personalizável.

As primeiras encomendas serão aceitas a partir do fim deste ano. Na Inglaterra, o GT será vendido por 163 mil libras esterlinas, o equivalente a aproximadamente R$ 843.700.

Mais Testes e lançamentos