PUBLICIDADE
Topo

Zarlenga assume GM América do Sul após incerteza de permanência no Brasil

Argentino Carlos Zarlenga assume agora liderança da GM América do Sul - Divulgação
Argentino Carlos Zarlenga assume agora liderança da GM América do Sul
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

01/03/2019 10h40

Resumo da notícia

  • Promoção surge 40 dias após comunicado assumindo "prejuízo significativo" no Brasil
  • Zarlenga foi presidente da GM Brasil em 2016 e é atual presidente da GM Mercosul
  • Em três anos, GM do Brasil consolidou liderança e traçou renovação total da gama
  • Mudança vale a partir de abril, junto a alterações globais da GM

O atual chefão da General Motors para Mercosul (Brasil e Argentina), Carlos Zarlenga, será promovido a presidente da GM América do Sul (além dois países já citados, comandará também Chile, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai). O anúncio feito pela GM do Brasil vem a público cerca de 40 dias após o vazamento de comunicado interno enviado por Zarlenga a funcionários brasileiros, no qual se afirma que a fabricante teve "prejuízo agregado significativo no período de 2016 a 2018" e que iria "tomar todas as ações necessárias" para deixar de perder dinheiro.

Após o vazamento, de fato, a GM do Brasil iniciou série de negociações com sindicatos de trabalhadores de suas fábricas locais, governos estaduais e com ministros do governo federal. Há duas semanas, Zarlenga afirmou em entrevista que "Sem investimentos, a situação da GM vai ficar complicada", ao mesmo tempo em que garantiu ver avanços nas negociações que poderão levar, se bem sucedidas, a novo aporte da matriz de R$ 10 bilhões.

Apesar da instabilidade em 2019, Zarlenga também tem números fortes para reportar à chefia global da GM. À frente da GM do Brasil desde 2016 e da divisão Mercosul desde 2017, o argentino de 45 anos consolidou a liderança do mercado brasileiro (no qual a GM é líder de vendas há quatro anos) e também argentino. Também anunciou plano de renovar totalmente o portfólio, com 30 novos carros até 2022, incluindo as novas gerações do campeões de venda Onix e Prisma.

GM terá novos líderes em abril

Essa promoção de Carlos Zarlenga à liderança da divisão GM América do Sul, que começará a valer a partir de 1° de abril, faz parte de reestruturação global do grupo de altos executivos da fabricante norte-americana. 

Na estrutura global, Zarlenga vai responder a Barry Engle, atual vice-presidente executivo e presidente da General Motors International, que passará a ser o presidente da GM Americas (América do Norte, Central e do Sul) e vice-presidente da GM, assumindo o posto de Alan Batey, que se aposenta no mesmo período. Engle será o segundo no comando, respondendo apenas à presidente e CEO global da GM, Mary Barra.