PUBLICIDADE
Topo

Veja os 10 sedãs compactos mais 'gastões' do Brasil de acordo com o Inmetro

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/12/2019 04h00

Apesar do sucesso dos SUVs, responsáveis por mais de 25% das vendas de automóveis novos no Brasil, os sedãs compactos seguem firmes e fortes.

Hoje, a categoria reponde por mais de 13% dos emplacamentos de veículos zero-quilômetro. Recentemente, uma grande variedade de lançamentos chegou ao mercado, a exemplo do Volkswagen Virtus, do Fiat Cronos, do Toyota Yaris Sedan e, mais recentemente, das novas gerações do Chevrolet Prisma, rebatizado como Onix Plus, e do Hyundai HB20S.

Com tanta alternativa à disposição, a tarefa de escolher um sedã compacto ficou mais complexa. Porém, um fator deve sempre ser considerado em uma compra racional: o consumo de combustível.

Para ajudar o consumidor, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) criou o PBE (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular), que mede o consumo energético em MJ/km (megajoules por quilômetro) e também em km/l dos modelos comercializados no Brasil.

Ou seja, avalia o gasto necessário de energia para determinado automóvel se locomover.

A avaliação segue teste padronizado de consumo, em condições controladas, atribuindo nota que vai de "A", para os modelos mais eficientes, até "E", para os menos eficientes.

Confira abaixo os dez sedãs compactos pior avaliados em relação à eficiência energética pelo Inmetro e confira seu consumo. Para cada modelo, foi considerada a versão com maior gasto de energia com mesma motorização. No caso do HB20S, foi testada a primeira geração do modelo.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Os 10 sedãs compactos com maior consumo do País

  • Divulgação

    Hyundai HB20S 1.6 automático

    Versão 1.6 Style automática (flex)

    Nota C
    Consumo energético - 1,93 MJ/km
    Consumo cidade - 7,0 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 9,3 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 7,9 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 10,2 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 12,9 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 11,2 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Fiat Cronos 1.8 automático

    Versão 1.8 Precision automática (flex)

    Nota C
    Consumo energético - 1,89 MJ/km
    Consumo cidade - 7,2 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 9,6 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,1 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 10,3 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 13,3 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 11,4 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Volkswagen Virtus 1.6 automático

    Versão 1.6 MSI automática (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,79 MJ/km
    Consumo cidade - 7,8 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 9,8 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,6 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 10,8 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 13,8 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,0 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Fiat Grand Siena 1.4 manual

    Versão 1.4 Attractive manual (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,79 MJ/km
    Consumo cidade - 7,7 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 9,4 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,4 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 11,1 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 13,5 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,1 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Ford Ka Sedan 1.5 automático

    Versão 1.5 Titanium automática (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,78 MJ/km
    Consumo cidade - 7,6 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 10,1 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,6 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 10,9 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 14,0 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,1 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Fiat Grand Siena 1.0 manual

    Versão 1.0 Attractive manual (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,77 MJ/km
    Consumo cidade - 7,9 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 9,5 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,6 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 11,2 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 13,6 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,1 km/l (gasolina)

  • Murilo Góes/UOL

    Renault Logan 1.6 manual

    Versão 1.6 Expression manual (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,76 MJ/km
    Consumo cidade - 7,9 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 9,1 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,4 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 11,8 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 13,4 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,5 km/l (gasolina)

  • Murilo Góes/UOL

    Chevrolet Cobalt 1.8 automático

    Versão 1.8 LTZ automática (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,76 MJ/km
    Consumo cidade - 7,6 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 10,0 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,5 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 11,1 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 14,4 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,3 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Volkswagen Voyage 1.6 automático

    Versão 1.6 automática (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,73 MJ/km
    Consumo cidade - 8,0 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 10,1 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,8 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 11,1 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 14,3 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,3 km/l (gasolina)

  • Divulgação

    Volkswagen Virtus 1.0 TSI automático

    Versão 1.0 TSI Comfortline (flex)

    Nota B
    Consumo energético - 1,73 MJ/km
    Consumo cidade - 7,8 km/l (etanol)
    Consumo estrada - 10,2 km/l (etanol)
    Consumo combinado - 8,7 km/l (etanol)
    Consumo cidade - 11,2 km/l (gasolina)
    Consumo estrada - 14,6 km/l (gasolina)
    Consumo combinado - 12,5 km/l (gasolina)

Fonte: Inmetro