PUBLICIDADE
Topo

Doutor Multas

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Prova para CNH: como se dar bem no teste teórico para tirar a habilitação

Divulgação
Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Gustavo Fonseca

Gustavo Fonseca é especialista em direito de trânsito e fundador do Doutor Multas, site que auxilia o motorista a recorrer de multas, economizar e não perder a CNH

Colunista do UOL

06/04/2022 04h00

Ter a carteira de habilitação em mãos é um sonho para muitos brasileiros e brasileiras. No entanto, o caminho até ela possui uma série de procedimentos burocráticos, testes e exames pelos quais o candidato ou candidata à habilitação precisará passar.

Todos conhecem alguém que precisou repetir a prova do Detran uma, duas, três ou mais vezes. É certo que o nervosismo e a expectativa de passar as fases do processo de habilitação podem atrapalhar ao longo do caminho. Por isso, é importante conhecer os conteúdos cobrados na prova, como a prova em si funciona, quanto tempo tem de duração e, o mais importante, como saber seus pontos fortes e fracos para ter uma preparação mais focada.

Como funciona a prova teórica do Detran?

A prova teórica do Detran para quem deseja ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) é realizada após o curso teórico-técnico de formação do motorista. Ela poderá ser feita de modo convencional, com a prova impressa e seu preenchimento à caneta, ou de forma eletrônica, utilizando o computador disponibilizado.

Esse exame é composto de 30 questões que abrangem todos os cinco eixos temáticos discutidos mais à frente neste artigo, de forma proporcional à extensão de seu conteúdo e de sua carga horária total.

Sua aplicação se dá no período de 40 a 60 minutos, dentro dos quais o candidato deverá responder as 30 questões e obter 70% de aproveitamento, isto é, acertar 70% das questões, que representam 21 questões das 30 totais, para que seja aprovado.

O órgão responsável pela aplicação do exame é o Detran de cada estado, sendo possível, ao candidato, solicitar a transferência do seu processo de habilitação de um estado para outro quando necessário. Os requisitos para isso devem ser observados nos órgãos dos estados de origem e de destino.

O que cai na prova teórica do Detran? Veja quais conteúdos estudar

A regulamentação do processo de habilitação, desde os exames físicos até a prova prática, estão disciplinados em uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito, o Contran. Ela foi recentemente atualizada e, atualmente, as normas do processo estão na Resolução Contran nº 789, de 2020.

Para as categorias A (motocicletas) e B (carros), a normativa define uma carga horária total de 45 horas-aula, em que cada hora-aula tem uma duração de 50 minutos. Esse total é dividido entre cinco eixos temáticos a serem abordados no curso e na prova, em que os conteúdos prioritários e/ou mais extensos recebem mais atenção e, assim, mais tempo das aulas.

Esses eixos são:

1) Legislação de Trânsito - com 18 horas-aula

Neste eixo, que é o mais extenso do curso teórico-técnico de direção, encontram-se os assuntos relativos às regras do trânsito previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), nas resoluções, portarias, deliberações de trânsito, sobre normas de circulação, formação do condutor, documentação do veículo e do motorista, sinalização, infrações e crimes de trânsito e suas respectivas penalidades e penas, segurança no trânsito e temas correlatos.

2) Direção Defensiva - com 16 horas-aula

Em segundo lugar no que diz respeito ao volume de conteúdo e carga horária, o eixo de direção defensiva trata da condução em condições adversas e situações de risco, manobras como a ultrapassagem, derrapagens, direção em vias em más condições, condutas em emergência, a fim de evitar acidentes e fatalidades nas vias.

Além disso, também são abordados o respeito entre condutores, o estado físico e mental do motorista ao dirigir e os riscos de ingerir álcool e drogas.

3) Noções de Primeiros Socorros - com 4 horas-aula

Com tempo de aula já bastante inferior, o eixo de primeiros socorros tem o intuito de orientar ações dos condutores em situação de acidente, ensinando o que fazer e, o que em muitas situações é mais importante, o que não fazer em acidentes com e sem vítimas.

4) Noções de Proteção e Respeito ao Meio Ambiente e de Convívio Social no Trânsito - com 4 horas-aula

No quarto eixo, o candidato à habilitação estuda o veículo enquanto poluidor do meio ambiente por meio da emissão de gases, partículas, ruídos etc., e a importância da manutenção preventiva do veículo para preservar o meio ambiente.

Fazem parte, também deste eixo, matérias sobre relacionamento interpessoal, considerando o indivíduo, o grupo e a sociedade como um todo, o respeito entre condutores e a cidadania.

5) Noções sobre Funcionamento do Veículo - com 3 horas-aula

No último, e também mais curto, eixo, o futuro condutor aprende noções gerais de mecânica e funcionamento do veículo, de seus acessórios e equipamentos obrigatórios. Por exemplo, significado de luzes do painel; verificação de água, óleo, pneus; uso de extintor de incêndio; responsabilidade pela manutenção; e importância das revisões.

Não são poucos os assuntos e o candidato a motorista deve se preparar desde o início, observando e estudando o material didático fornecido pelo Centro de Formação de Condutores - a autoescola.

Além disso, o número de questões abordando cada eixo na prova será proporcional à carga horária dedicada a eles.

É possível treinar para a prova e testar seus conhecimentos

Sabendo desses detalhes sobre o funcionamento da prova e os conteúdos que caem, é importante que cada candidato à habilitação se dedique da forma como lhe for mais conveniente aos estudos sobre o trânsito e sua legislação. Para isso, a tecnologia propicia alternativas para um estudo focado e, o que pode ser visto como uma vantagem, o treino direto com questões dos Detrans.

A ferramenta mais comum de ser usada pelos candidatos é a própria apostila recebida para acompanhar as aulas no CFC. No entanto, é possível encontrar vídeo-aulas na internet, conteúdos de blogs e sites sobre o tema. A única observação é garantir que o conteúdo é de fonte confiável e que está atualizado, uma vez que a lei de trânsito muda com frequência.

Somente nos últimos dois anos, houve duas grandes mudanças no CTB e em muitas outras normativas, que podem fazer a diferença no momento de passar na prova do Detran. Buscar as legislações integrais na internet também pode ser interessante para conhecer como elas se apresentam.

Além disso, a ferramenta mais útil e que é disponibilizada pelos próprios Detrans, tornando-a confiável, é o simulado da prova teórica. Os Detrans de São Paulo, de Pernambuco, do Espírito Santo, do Paraná, do Rio de Janeiro, do Acre, da Bahia, entre outros, possuem provas online e gratuitas em que é possível testar os conhecimentos a partir de questões similares às que serão apresentadas no dia da prova.

Como definir o que precisa de mais dedicação?

A partir do simulado da prova do Detran, o candidato pode ver quais questões errou e de que eixos temáticos elas fazem parte. Alguns benefícios de fazer esses testes durante os estudos são:

  • Treinar seu tempo de prova para garantir que conseguirá fazer a prova até o fim no tempo disponibilizado
  • Conhecer o formato das questões e alternativas, a linguagem usada e a sua extensão
  • Perceber seus pontos fortes e fracos dentro do conteúdo total, contribuindo para um estudo mais focado

Se, por exemplo, ele acertou todas as questões de primeiros socorros, mas errou as de mecânica, é interessante retomar os estudos sobre mecânica e funcionamento do veículo. Caso a legislação esteja se mostrando um ponto de maior dificuldade, este deve ser o foco dos estudos daqui para a frente.

Mesmo que o estado em que o condutor esteja realizando seu processo de habilitação não disponibilize os simulados, os temas são os mesmos para os motoristas de todo o Brasil. Portanto, não há problema em fazer o simulado do Detran SP sendo de Minas Gerais, ou de Pernambuco sendo de Mato Grosso.

Quanto tempo depois posso tentar de novo se não passar?

Se o condutor for reprovado no exame técnico-teórico do Detran, ele poderá refazer a prova após 15 dias da primeira tentativa. Para isso, poderá precisar pagar a taxa da prova novamente.

A partir da sua aprovação, poderá passar à próxima etapa do processo de habilitação, que consiste nas aulas práticas de direção veicular, com um instrutor, a serem marcadas junto ao CFC. Após, ele precisará realizar uma nova prova, agora, dentro do carro, para demonstrar suas habilidades e conhecimentos que permitem a concessão de uma Permissão Para Dirigir a ele.