PUBLICIDADE
Topo

Direção Legal

Celular ao volante: quem usa, não valoriza a própria vida

Denis Freire de Almeida

Denis Freire de Almeida é jornalista formado pela PUC-SP, com 25 anos de experiência na área de automotiva. É idealizador do "Direção Legal" e já trabalhou em veículos como Rede Globo, Quatro Rodas, O Estado de S. Paulo, Record TV e Webmotors. É piloto de testes certificado pela Federação Paulista de Automobilismo desde 1999, além de instrutor de Direção Preventiva e Defensiva.

Colunista do UOL

26/06/2020 04h00

O que você faria se soubesse que o médico usou o celular enquanto operava alguma parte do seu corpo? E não estou falando usar o celular para auxiliar na operação, mas sim para desviar a atenção do foco principal: a sua saúde.

VEJA VÍDEOS COM DICAS PRÁTICAS DE DIREÇÃO SEGURA

É surreal imaginar uma cena dessas, né? Pois quem usa o celular enquanto dirige faz exatamente isso... Desvia o foco de algo vital, que é dirigir com atenção, para se preocupar com algo banal, seja qual for o assunto. Perto de uma vida, qualquer assunto é banal!

Ao usar o celular enquanto dirige, o motorista quadruplica as chances de se envolver em um acidente. Para aqueles que acreditam piamente que são multitarefas e que conseguem dirigir e usar o celular ao mesmo tempo, o vídeo dessa primeira aula do módulo 2 do curso da Academia de Anjo da Guarda é imperdível. Ela traz um exercício que mostra na prática que o nosso cérebro é monotarefa.

Convido você a assistir ao vídeo e fazer o exercício. E se você costuma dar umas espiadas no celular enquanto dirige, por favor, pare. Nada é mais importante que você!

CONHEÇA MAIS SOBRE O DIREÇÃO LEGAL

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL