PUBLICIDADE
Topo

Acidentes de trânsito devastam famílias e podem gerar traumas permanentes

Denis Freire de Almeida

Denis Freire de Almeida é jornalista formado pela PUC-SP, com 25 anos de experiência na área de automotiva. É idealizador do "Direção Legal" e já trabalhou em veículos como Rede Globo, Quatro Rodas, O Estado de S. Paulo, Record TV e Webmotors. É piloto de testes certificado pela Federação Paulista de Automobilismo desde 1999, além de instrutor de Direção Preventiva e Defensiva.

Colunista do UOL

29/05/2020 04h00

Nessa segunda aula do curso de direção preventiva da Academia de Anjo da Guarda, abordamos o delicado tema de como os acidentes de trânsito devastam famílias.

Não são raros os casos de grupos familiares que, além do desgaste emocional inerente à situação, sofrem com outros tantos problemas.

Como, por exemplo, a queda na renda familiar com a morte de um dos pais, que muitas vezes obriga a retirada dos filhos de escolas particulares, a interrupção no pagamento do plano de saúde, entre tantos outros perrengues financeiros.

Mas, sem sombra de dúvidas, o problema mais grave é mesmo o emocional. Perder um pai, uma mãe ou, o que é mais comum no trânsito, um filho deixa cicatrizes permanentes.

Por isso, busco conscientizar as pessoas dos riscos que envolve estar no trânsito e o que fazer para minimizá-los.

Da próxima vez que for dirigir, não se esqueça que tem gente que te ama esperando você voltar são e salvo. Dirija consciente e curta sua família ao máximo. Até a próxima aula!

SAIBA MAIS SOBRE O DIREÇÃO LEGAL