PUBLICIDADE
Topo

Coisa de Meninos Nada

Lavagem a seco: veja vantagens e cuidados para não danificar seu carro

Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

10/11/2020 04h00

Há alguns anos que ouço falar de lavagem a seco para carros, mas não conhecia o sistema de perto. Sempre soube que a economia de água era uma das grandes vantagens, mas também já tinha ouvido dizer que era comum riscos e manchas na pintura.

Descobri que os produtos usados no processo e os cuidados durante a lavagem fazem toda diferença. Segundo Matheus Comune, da Carbee, usar cera de carnaúba, por exemplo, é um dos motivos das manchas na pintura, especialmente se a aplicação for feita sob o sol.

O problema dos riscos é facilmente resolvido com o uso de panos de microfibra, além de utilizar panos diferentes para a aplicação e remoção do produto de limpeza. Esse detalhe é de extrema importância, tendo em vista que a maior desvantagem da lavagem a seco é danificar a pintura em decorrência de um trabalho mal feito.

Importante atentar para o 'antes' do seu carro. A vida já é dura o bastante para os veículos, e intempéries riscam e mancham pinturas automotivas. Fezes de pássaros, por exemplo, chegam a causar danos que não se removem com muita facilidade. Aí não dá para culpar a lavagem, seja ela a seco ou tradicional.

A economia de água é notável nesse tipo de lavagem. A utilização de máquinas de alta pressão na lavagem tradicional já contribuiu bastante para diminuição da quantidade de água no processo de limpeza, mas na lavagem a seco chega a quase zero.

O pessoal da Carbee, por exemplo, lavou o Fox aqui de casa com menos de 100 ml de água. Esse talvez seja o maior diferencial da lavagem a seco.

Ainda segundo Matheus, a utilização de materiais atóxicos e biodegradáveis é importante para o modelo de negócio, ainda que quase nada chegue a tocar o piso, quanto menos ir parar no sistema de esgoto.

E pra quem é profissional de lavagem automotiva, o sistema a seco se torna muito interessante pela quantidade de equipamentos necessária ao trabalho. Como precisa de poucos recursos, fica fácil de prestar o serviço onde o cliente está - o que está se mostrando, inclusive, uma tendência de mercado, se aproveitando do uso de aplicativos. Uma boa forma de complementar renda, por exemplo.

Essa tendência também se mostra forte com Martelinho de Ouro, tema que está na minha lista para conversar com vocês em outra matéria.

Agora quero saber da experiência de vocês com lavagem automotiva nos comentários. E aproveitem para deixar sugestões de temas também.