PUBLICIDADE
Topo

HB20 Sport tem motor turbo e chama atenção, mas está longe de ser esportivo

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/06/2020 04h00

Resumo da notícia

  • HB20 Sport traz acessórios como aerofólio e rodas de liga leve
  • Versão 'esportivada' é baseada na configuração Evolution
  • Motor é o 1.0 turbo que entrega até 120 cv

São muitos os modelos à venda no Brasil que preferem parecer em vez de ser. O Hyundai HB20 Sport é o maior novo membro do "clube dos esportivados", formado por carros com cara de esportivos, mas sem o mais importante: um motor mais potente debaixo do capô.

Se a nova versão não é radical como um Renault Sandero R.S., pelo menos a Hyundai acertou ao oferecer o motor 1.0 turbo em vez do cansado 1.6 16V que equipa o HB20X. Junto com ele vem uma reforma caprichada no visual, que ganhou diversos acessórios esportivos, como rodas de liga leve, aerofólio e apliques em preto brilhante pela carroceria.

Mesmo assim, será que vale a pena pagar mais pela roupagem descolada da versão Sport? As respostas estão a seguir em nossa avaliação.

Divulgação

Hyundai HB20 Sport

Preço

R$ 70.990 R$ 70.000,00 (Fipe) Ver histórico
Carros
3,9 /5
USUÁRIOS
1,7 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

O consumo é bom, mas poderia ser melhor para um carro com motor turbo

Respostas ágeis acompanhadas do típico ronco metálico dos três cilindros agradam quem está ao volante

O estilo controverso ficou mais atraente com os acessórios da versão Sport

Modelo tem conteúdo na média da categoria e traz mimos como carregador de celular por indução

Mais espaçoso do que a antiga geração, o HB20 leva quatro pessoas com certo conforto

Custos de manutenção não fogem dos valores cobrados pela concorrência

Mesmo custando mais de R$ 70 mil, a versão Sport só traz os itens obrigatórios por lei e o ESP

Pontos Positivos

  • Design e itens de série

Pontos Negativos

  • Preço e itens de segurança

Veredito

O HB20 Sport não é o primeiro e nem será o último carro "esportivado" do país. O design controverso foi suavizado com os acessórios como aerofólio e rodas de liga leve. Porém, o grande deslize do compacto é o preço, muito próximo do Renault Sandero R.S, este sim um esportivo de verdade. De toda maneira, o motor 1.0 turbo agrada pela agilidade. Quem gosta de um visual diferente vai gostar do HB20 Sport.

HB20 Sport 1 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Estilo ousado do HB20 caiu bem com a roupagem esportiva
Imagem: Murilo Góes/UOL

Quem acompanha os lançamentos da indústria nacional sabe que o HB20 foi uma das novidades mais polêmicas de 2019. Suas linhas ousadas até demais dividiram opiniões, e muita gente reprovou a mudança.

Se você foi um deles tenho uma notícia boa e uma ruim. Vamos começar pela ruim: ainda não foi dessa vez que a Hyundai mudou o design do hatch. Agora a boa é que o HB20 Sport ficou bem melhor do que as versões "normais".

O tônico do embelezamento foi uma pitada de esportividade. Na frente, a grade frontal trocou a moldura cromada (que apenas ressalta a largura exagerada da peça) pelo acabamento em preto brilhante.

Logo abaixo um filete vermelho justifica o sobrenome "Sport" dos logotipos grudados nas colunas "C". Faróis e lanternas ganharam acabamento escurecido, enquanto as rodas de liga leve de 16 polegadas são exclusivas da versão e trazem uma calotinha central vermelha, que combina com a proposta "esportivada" do carro.

Capas dos espelhos retrovisores foram pintadas de preto brilhante, mesma cor do belo aerofólio traseiro. Um aplique na parte inferior do para-choque traseiro imitando um extrator dá o toque final.

Por dentro, o HB20 Sport ostenta apliques em preto brilhante em volta das saídas de ar e um acabamento imitando fibra de carbono no painel. Bancos (revestidos em couro) trazem o nome da versão bordado nos encostos e costuras aparentes na cor vermelha estão por quase todos os lados. Faltou apenas um volante mais invocado para completar o pacote esportivo.

O espaço interno é bom para quatro adultos, inclusive no banco de trás. Já o porta-malas comporta 300 litros e está na média do segmento.

HB20 Sport 2 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Motor 1.0 turbo é um dos destaques do HB20 Sport
Imagem: Murilo Góes/UOL

Ao contrário do HB20X, que é vendido apenas com o velho motor 1.6 16V de 130 cv, o HB20 Sport sai de fábrica com o novo 1.0 turbo da família Kappa. Sorte nossa, já que, embora seja menos potente, o conjunto entrega desempenho superior com melhores médias de consumo: o carro faz 8,2 km/l com etanol e 11,7 km/l com gasolina na cidade. Na estrada, os números sobem para 10,4 km/l e 14 km/l.

Alguns podem reclamar que o HB20 Sport não vem com câmbio manual. A Hyundai se defende afirmando que o público-alvo do novo modelo não é um purista que faz questão de trocar marchas, como acontece no Sandero R.S - este sim um esportivo de verdade. Se o mercado pediu isso e a fabricante decidiu, quem somos nós para julgar?

De toda maneira, a agilidade é uma das características do hatch. Não espere as respostas explosivas de um legítimo esportivo, mas é certo que você não vai se decepcionar com o comportamento dinâmico do HB20 Sport.

Assim como em sua geração anterior, o hatch já traz uma calibragem naturalmente voltada para quem gosta de dirigir. A direção tem respostas diretas (embora pudesse ser um pouco menos leve para dar maior sensação de segurança em velocidades altas) e os 120 cv do motor turbo são mais do que suficientes para fazer ultrapassagens e retomadas de velocidade sem sustos.

A suspensão tem calibragem firme e resolveu um dos maiores incômodos de seu antecessor: o comportamento instável da traseira em determinadas condições.

HB20 Sport 3 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Acabamento de boa qualidade é destaque no interior
Imagem: Murilo Góes/UOL

O HB20 Sport é baseado na lista de equipamentos da versão Evolution. Controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, computador de bordo, piloto automático e sensores de estacionamento traseiro são alguns itens que saem de fábrica no modelo.

Porém, a versão esportiva oferece mais itens frente à configuração na qual se baseia. Um deles é o carregador de celular por indução, exclusividade da versão Sport e até então indisponível na linha HB20.

Já o volante multifuncional possui paddle shifts atrás do volante para trocas de marcha. O único opcional é a pintura metálica, que pode ser adquirida por R$ 950.

HB20 Sport 4 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Faltam airbags laterais na versão 'esportivada' do HB20
Imagem: Murilo Góes/UOL

O HB20 decepciona por não oferecer airbags laterais, limitando-se às bolsas infláveis frontais obrigatórias por lei. Pelo menos ainda há os controles de estabilidade e de tração, além do assistente de partida em rampas e dos ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix.

Em contrapartida, os custos de manutenção são os mesmos para qualquer versão equipada com o motor 1.0 turbo. E isso é bom sinal.

HB20 Sport 5 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Por R$ 70.990, nova versão é boa opção para quem quer visual descolado
Imagem: Murilo Góes/UOL

O modelo vem para dar continuidade à saga de versões esportivadas do HB20. Antes dele a marca já havia lançado as configurações Spicy e R-Spec.

Por R$ 70.990, ele é R$ 3.800 mais caro do que a versão Evolution (R$ 67.190), que traz a mesma motorização, mas não vem com os acessórios esportivos e nem com alguns itens, como o carregador de celular por indução.

Dentro da linha, o HB20 Sport é uma opção interessante para quem pode pagar um pouco mais. Em troca o dono leva um visual mais esportivo sem abrir mão do motor turbo - uma das maiores novidades da nova geração do compacto.

Errata: o texto foi atualizado
A versão Sport é R$ 3.800 mais cara do que a Evolution, e não mais barata. Informação já foi corrigida.
Mecânica
  • Motorização

  • 1.0, 3 cilindros, turbo

  • Combustível

  • Etanol / Gasolina

  • Potência (cv)

  • 120

  • Torque (kgf.m)

  • 17,5

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 10,7

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 190

  • Consumo cidade (km/l)

  • 8,2 / 11,7

  • Consumo estrada (km/l)

  • 10,4 / 14

  • Câmbio

  • automático de seis marchas

  • Tração

  • dianteira

  • Direção

  • elétrica

  • Suspensão Dianteira

  • independente, McPherson

  • Suspensão Traseira

  • eixo de torção

  • Freios Dianteiros

  • discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • tambor

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 195/55 R16

  • Rodas

  • 16 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1470

  • Comprimento (mm)

  • 3940

  • Entre-eixos (mm)

  • 2530

  • Largura (mm)

  • 1720

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 1083

  • Porta-malas (L)

  • 300

  • Tanque (L)

  • 50

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • R$ 223,38

  • 20.000 km

  • R$ 491,57

  • 30.000 km

  • R$ 478,82

  • 40.000 km

  • R$ 653,29

  • 50.000 km

  • R$ 451,55

  • 60.000 km

  • R$ 890,36

  • Seguro

  • R$ 2.100 (média)

  • Garantia

  • 5 anos

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Controle de Estabilidade

  • Controle de Tração

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Ar Quente

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Entrada Auxiliar

  • Banco de Couro

  • Banco do motorista com ajuste de altura

  • Desembaçador Traseiro

  • Computador de Bordo