'Vi de perto, chorei': Zeca Camargo e mais reagem a flagra de Ivete e Baby

Ivete Sangalo encontrou um jeito criativo para sair de saia justa com Baby do Brasil, na madrugada deste domingo (11), em Salvador. A opinião foi dada pela jornalista Bárbara Saryne, hoje, durante conversa com Yas Fiorelo no programa Splash Show.

Jornalista concordou com Yas, que classificou a situação como "esquisita". "Todo mundo é livre para ter a sua fé, mas no momento ficou um pouco esquisito. Ainda mais trazer uma mensagem que amedronta as pessoas."

Ela ressaltou que a cantora de axé foi criativa. "Conseguiu sair dessa saia justa de um jeito engraçado e acabou lidando bem com a situação."

Yas destacou a importância de Baby para a história da música brasileira. "Não é porque ela tem uma religião diferente da minha, das outras pessoas, que a gente vai esvaziar o significado que a Baby tem para a música brasileira, para a cultura brasileira."

Apresentadora também leu uma publicação de Zeca Camargo, que estava no local. "Bom, vivi esse momento de perto e chorei."

O que aconteceu

Ivete estava em seu tradicional trio quando passou por Baby, que a acompanhou da arquibancada. Ao pegar no microfone para responder a Veveta, ela aproveitou o momento para citar a Bíblia.

"Nós entramos em Apocalipse", disse Baby. "O arrebatamento tem tudo para acontecer entre cinco e dez anos. Procure ao Senhor enquanto é possível achá-lo".

Ivete ficou claramente surpresa com o comentário de Baby, mas tentou contornar a situação. "Eu não vou deixar acontecer porque não tem apocalipse quando gente maceta o apocalipse", rebateu.

Continua após a publicidade

Em seguida, Baby pediu para Ivete cantar "Eva", e a cantora respondeu: "Vou cantar Macetando porque Deus está mandando".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes