PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


Na Sapucaí, Gabriela Prioli fala de polêmica: 'Não ignoro meu privilégio'

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/04/2022 02h18

Diretamente da Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, a advogada Gabriela Prioli falou pela primeira vez na noite desta sexta-feira (22) sobre a repercussão de uma entrevista concedida ao UOL há poucos dias.

A advogada foi atacada nas redes sociais por ter dito que o convite para ser musa do camarote Nº 1 era uma "chance de quebrar estereótipos". De acordo com Prioli, as pessoas interpretaram mal sua fala.

O jornalista que conduziu a entrevista me disse: 'você não tem o estereótipo da musa do camarote' e eu disse que estereótipo é uma besteira, mas a pergunta não estava no texto. Aí as pessoas interpretaram mal a minha resposta, que era que a gente não deve ter estereótipo para nada.

Prioli reforçou também que entende a importância das mulheres negras na festa popular e que não ignora seus privilégios.

Eu entendo a importância da mulher negra no Carnaval e meu discurso é sempre no sentido de enaltecer as mulheres que caminharam na minha frente e abriram caminhos. Eu não ignoro de maneira nenhuma o privilégio de ter vindo de onde eu venho e as opressões que afetam as mulheres negras. Isso é uma fala constante nos meus discursos.

De saia justa e decote, a advogada também comentou que já acompanhou os desfiles das escolas de samba na Sapucaí outras vezes, mas que essa é a primeira vez que ela participa da festa como convidada.

Eu já vim para cá algumas vezes, inclusive com o meu marido, mas essa é a primeira vez que eu vim como convidada e estou muito feliz.