PUBLICIDADE
Topo

Recife e Olinda

Bethânia aceita convite, mas não fecha acordo para abrir Carnaval do Recife

Bethânia em agosto de 2016, na abertura da 24ª Bienal do Livro em São Paulo - Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress
Bethânia em agosto de 2016, na abertura da 24ª Bienal do Livro em São Paulo Imagem: Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress

Mateus Araújo

Colaboração para o UOL

26/01/2017 16h13

Embora tenha aceitado o convite da produção do Carnaval do Recife, a cantora Maria Bethânia não vai mais abrir a festa, no dia 24 de fevereiro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista baiana. Segundo informações de fontes ligadas à Prefeitura do Recife, por falta de verba, não foi possível fechar contrato com a cantora.

Como o UOL antecipou, Bethânia havia sido convidada para cantar na cerimônia de abertura, no Marco Zero, na capital pernambucana. Ela participaria de uma homenagem ao percussionista Naná Vasconcelos, morto em março, e que havia 16 anos regia cerca de 500 batuqueiros de nações de maracatu.

Lenine e Virgínia Rodrigues já teriam assinado contrato com a prefeitura para se apresentar na festa, de acordo com informações da imprensa local, mas a assessoria do Carnaval recifense não confirmou as negociações com os artistas. Segundo o órgão, os nomes dos convidados serão anunciados à imprensa em entrevista coletiva na próxima semana.

Maria Bethânia participou da abertura do Carnaval do Recife em 2007, ano do centenário do frevo. Foi chamada por Naná Vasconcelos, seu amigo. Numa noite apoteótica, cantou músicas como “Iansã” e “Frevo Nº 1 do Recife”, acompanhada pelos batuques dos maracatus.