PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Covid: Mais de 44 milhões completam vacinação no país, 20,91% da população

Mais de 44 milhões de brasileiros já completaram a vacinação contra a covid-19 - Marcelo Justo/UOL
Mais de 44 milhões de brasileiros já completaram a vacinação contra a covid-19 Imagem: Marcelo Justo/UOL

Colaboração para o VivaBem, em São Paulo

05/08/2021 20h02Atualizada em 06/08/2021 11h22

O Brasil já conta com 20,91% de sua população com ciclo completo de vacinação contra a covid-19. Até o momento, 44.275.685 brasileiros já receberam a segunda dose ou a dose única de imunizante contra a doença. As informações constam do boletim divulgado hoje pelo consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL faz parte, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

No panorama nacional, 626.663 pessoas completaram a vacinação contra a covid-19 nas últimas 24 horas. Destas, 613.289 receberam a segunda dose e outras 13.374, a dose única.

Entre ontem e hoje, a primeira dose de vacina foi aplicada em 1.012.226 habitantes. No total, 105.061.908 brasileiros estão imunizados parcialmente contra a covid-19, o correspondente a 49,61% da população do país.

Das quatro vacinas utilizadas para a imunização no Brasil, três necessitam da aplicação de duas doses, conforme recomendação dada pelos laboratórios responsáveis pela produção da CoronaVac, Oxford/AstraZeneca e Pfizer/BioNTech. Por usa vez, a fabricante da Janssen indica somente uma dose.

O estado de São Paulo se tornou o primeiro a alcançar 60% de sua população parcialmente imunizada. Até o momento, 60,27% dos habitantes paulistas tomaram a primeira dose.

Mato Grosso do Sul continua sendo o único estado com pelo menos um terço da população com imunização completa: 34,17% de seus moradores.

Vacinação primeira dose 5/8 - UOL - UOL
Imagem: UOL

Consórcio Nordeste suspende compra da Sputnik V

O presidente do Consórcio Nordeste, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), anunciou hoje a suspensão do acordo com o Fundo Soberano Russo para compra de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V para a região.

A decisão foi motivada pelas limitações impostas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) à aprovação emergencial do imunizante, além da falta da licença para importação. Segundo Dias, os padrões de testes exigidos pela Anvisa não foram feitos para vacinas de outros laboratórios.

O contrato firmado em março previa a entrega das primeiras 2 milhões de doses da Sputnik V ainda em abril, o que nunca aconteceu.

"É lamentável. O Brasil vive uma situação com alta mortalidade, mais de mil óbitos por dia. Temos vacinas disponíveis, mas impedidas de entrar no Brasil devido a uma decisão da Anvisa, que faz uma alteração no padrão de teste, junto com a não inclusão [da Sputnik V] pelo Ministério da Saúde no plano nacional de vacinação e a falta da licença de importação", criticou o governador.

Vacinação completa 5/8 - UOL - UOL
Vacinação completa 5/8
Imagem: UOL

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de saúde das 27 unidades da federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Você utiliza a Alexa? O UOL fornece informações à inteligência artificial por voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados do número de brasileiros vacinados contra a covid-19. Para saber sobre a vacinação no país ou no seu estado com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, quantas pessoas já foram vacinadas no Brasil?", por exemplo, ou "Alexa, quantas pessoas foram vacinadas?". Nos encontramos lá!

Saúde