Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Michelle Lewin: "Sem alimentação saudável não é possível mudar o corpo"

Reprodução Instagram/@michelle_lewin
Imagem: Reprodução Instagram/@michelle_lewin

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

30/10/2019 04h00

Considerada uma das maiores influenciadoras fitness do mundo, Michelle Lewin, 34 anos, já soma 13 milhões de seguidores no Instagram e muitos admiradores ao redor do globo. Mas sua jornada com atividades físicas começou bem antes da criação de perfis fitness na rede social.

Em entrevista exclusiva ao VivaBem, a venezuelana contou que, aos 17 anos, seus pais se divorciaram e ela entrou em depressão. Ela também estava infeliz com o corpo, muito magro — Michelle tinha 1,63 m de altura e pesava 41 kg. "Começar a praticar atividades físicas foi o que me salvou. Eu me sentia mais feliz e ganhei autoestima", conta.

Para a profissional de educação física, o exercício, apesar de não poder ser tratado como a única forma de terapia, tem o poder de contribuir como um remédio para mente. "As endorfinas realmente funcionam para fazer você se sentir melhor. E se seu objetivo é mudar algo no seu corpo, se você vê mesmo uma pequena mudança, isso te dá motivação para continuar, criando um ciclo", aponta.

Foco na musculação e em treinos intensos

Hoje, a influenciadora malha de segunda a domingo: três vezes na semana, pratica Strong By Zumba, uma aula que combina exercícios de força com movimentos intensos como saltos e chutes —e da qual Michelle é instrutora; nos outros dias, faz uma hora de musculação.

"Antes, meu marido me acompanhava e era muito bom contar com a motivação dele. Mas na minha fase atual, prefiro treinar sozinha, sem interferências. Só encontro meu treinador uma vez por mês para fazer ajustes nos circuitos", explica.

Não basta só malhar, é preciso comer bem

Michelle conta que, após 17 anos praticando atividades físicas, a maior lição que aprendeu é que para mudar o físico não adianta apenas ter uma rotina puxada de exercício. É preciso também se alimentar bem.

Você pode passar três, quatro horas... O tempo que quiser na academia. Se sua alimentação não for saudável, dificilmente verá resultados"

Para conseguir ter um corpo magro e definido —objetivo muito buscado por seguidores que pedem dicas à influenciadora —, ela reitera: "Acredito que 70% do resultado depende de dieta. Controlo muito minha alimentação de segunda-feira a sábado. Aproveito o domingo para sair e comer o que eu sentir vontade", diz.

Exercícios com o peso do corpo: as apostas de Michelle

Alguns dos exercícios favoritos da venezuelana não dependem de academia ou acessório. Confira quatro movimentos que você pode incluir na rotina de treinos (converse com seu treinador antes de fazer isso).

1. Abdominal reto

Thais Vieira/Divulgação
Imagem: Thais Vieira/Divulgação

Para realizar o exercício, flexione os joelhos e mantenha os pés separados na largura dos ombros e suspensos. Posicione as mãos atrás da cabeça ou as mantenha cruzadas em frente ao corpo. Em seguida, contraia os músculos do abdômen e erga o tronco (até aproximá-lo dos joelhos ou somente até tirar a parte de cima das costas do chão, conforme orientação do seu professor). Volte à posição inicial.

2. Saltos plimoétricos

Thais Vieira/Divulgação
Imagem: Thais Vieira/Divulgação

Geralmente usados para aumentar a intensidade dos treinos, os saltos pliométricos são os que contam com explosão e contribuem para a melhora do sistema cardiorrespiratório e resistência muscular. O movimento pode ser feito em diferentes variações, como afundos com saltos ou saltos caindo em posição de agachamento.

3. Prancha alta

Thais Vieira/Divulgação
Imagem: Thais Vieira/Divulgação

Para executar a prancha alta, deixe a palma das mãos no chão e os braços esticados. Levante o quadril e deixe o corpo alinhado, mantendo o peso apenas nas pontas dos pés e antebraços. Permaneça na posição com o abdômen contraído durante o tempo estipulado por seu treinador.

4. Flexão de braços aberta e fechada

Thais Vieira/Divulgação
Imagem: Thais Vieira/Divulgação

Para realizar a flexão de braços comum, apoie as mãos no solo, abaixo dos ombros e afastadas em uma largura um pouco maior do que a dos ombros. Estenda os cotovelos, subindo o corpo todo de uma vez. Em seguida, flexione os cotovelos e retorne quase à posição inicial, sem encostar o corpo no chão. Quando terminar a série, passe para a flexão de braços fechada (foto), que tem um foco maior no tríceps. Apoie as mão do solo, mas com uma distância menor, próximas ao corpo. Realize o mesmo movimento da flexão convencional, mas deixe os cotovelos rentes ao tronco quando descer.

Podcasts do UOL
Ouça o podcast Maratona, em que especialistas e corredores falam sobre corrida. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Movimento