Topo

Como emagreci

Histórias inspiradoras de quem mudou a silhueta


Como emagreci

Ele acabava com 1 kg de comida em minutos: "Perdi 43 kg para subir escadas"

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Priscila Carvalho

Do VivaBem, em São Paulo

10/10/2019 04h00

Com uma alimentação totalmente descontrolada e sedentário, Anderson Aparecido da Silva chegou a pesar 120 kg. Preocupado com a saúde e sem fôlego para se movimentar, o paulista mudou hábitos, começou a correr e se tornou maratonista amador dos bons. A seguir, ele conta como emagreceu 43 kg:

"Eu era o 'gordinho' do tipo que faz brincadeiras com meu próprio peso. Não ligava muito para o que as pessoas falavam. Comia desenfreadamente e em 2013 cheguei a ter 120 kg. Faltava incentivo de mim mesmo para conquistar as coisas e ter uma alimentação mais saudável.

Comia cinco pães no café da manhã, além de muita carne gorda, refrigerantes, guloseimas e fast-food. Chegava a pedir pizza três vezes por semana. O almoço seguia a mesma linha: sempre pegava 1 kg de comida no self-service e acabava com o prato em cinco minutos.

Também era muito sedentário. Era quase impossível me mexer. Usava o carro para ir a todos os lugares e não queria saber de praticar esportes. Além disso, era tabagista e fumava cerca de dois maços de cigarro por dia.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Uma vez, fui ao shopping comprar uma camisa polo e todos os modelos ficavam curtos, nem o XG me serviu. Embora a situação fosse triste e bem constrangedora, não liguei muito e continuei comendo mal.

O que mais me marcou e deu o start para a mudança foi um dia em que fui subir as escadas da minha casa (que não eram muitas) e fiquei sem fôlego e cansado. Até tentava me enganar e fingir que meu corpo não estava pedindo ajuda. Mas comecei a ler algumas reportagens sobre os perigos da gordura para a saúde, principalmente a visceral, que se acumula entre os órgão na região abdominal, e fiquei preocupado.

Saber que poderia ter um problema no coração, diabetes ou um AVC por causa do excesso de peso me assustou

Eu me lembro até hoje que estava sentado no sofá, comendo uma barra de chocolate com a minha esposa, quando falei que ia mudar de vida, começar a comer de forma saudável e fazer exercícios.

No início, troquei os cinco pães do café da manhã por algumas bolachinhas de água e sal, requeijão light e uma xícara de café. Também levava para o trabalho biscoito integral e frutas para comer no lanche da tarde. Passei a ter mais disciplina no almoço e reduzir a porção. Meu prato, que antes tinha um 1 kg, aos poucos foi se transformando em uma porção de 300 g.

Eu me matriculei na academia e comecei a treinar seis vezes por semana. Não tinha desculpa. Como não gostava muito de musculação, eu investia em exercícios aeróbicos, como a caminhada.

Na primeira vez em que arrisquei dar um trote na rua, escorreguei e me ralei todo. Senti vontade de desistir de tudo, mas voltei para casa, me concentrei e continue focado nos treinos

Quase dois meses depois, já tinha perdido cerca de 15 kg e fui convidado por colegas do trabalho a participar de uma corrida de revezamento. Completei meus primeiros 5 km e me encontrei na modalidade. Começar a participar de provas de rua transformou profundamente minha rotina, me ajudou não só a me manter focado no emagrecimento, como também a controlara a ansiedade, acreditar na minha capacidade de vencer um desafio e descobrir a importância de levar um plano a sério para alcançar qualquer objetivo.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Dois meses após os 5 km, corri minha primeira prova de 10K. Em sete meses, perdi 43 kg e comecei a participar de meias maratonas (21,097 km). Depois, realizei o sonho de correr uma maratona. Já completei quatro provas de 42,195 km, a melhor delas em 2h44min, um tempo considerado excelente para um atleta amador.

Ao ver minha transformação, muitas pessoas não acreditam em minha mudança, pois realmente sequei muito. Porém, mais importante do que emagrecer foi a mudança no comportamento e no estilo de vida. Aprendi que não precisamos comer de forma desesperada. Devemos cuidar da saúde e respeitar nosso corpo, sem deixar chegar no nível que cheguei.

Hoje, o esporte e a alimentação saudável fazem parte do meu dia a dia. Tanto que decidi abrir um negócio focado nisso. O Magrãos Produtos Naturais, um food truck de castanhas, frutas secas, chás, temperos naturais, que me possibilita compartilhar com pessoas de diferentes opções para se alimentarem melhor e cuidar da saúde.

Como emagreci