PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Pesquisa associa periodontite crônica com maior chance de demência

Condição geralmente é causada por gengivites que não foram tratadas corretamente - wissanu_phiphithaphong/iStock
Condição geralmente é causada por gengivites que não foram tratadas corretamente Imagem: wissanu_phiphithaphong/iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

18/03/2019 12h17

Quando não é tratada de forma correta, a gengivite, condição que inflama a gengiva, pode se tornar periodontite. O quadro significa que a infecção evoluiu e começou a causar perda do osso que sustenta seus dentes.

Recentemente, pesquisadores da Coréia do Sul apontaram uma possível relação entre a periodontite crônica e a demência. Eles publicaram suas descobertas no Journal of the American Geriatrics Society.

Como o estudo foi feito

  • A equipe de pesquisa examinou informações de saúde de 262.349 pessoas com 50 anos ou mais no banco de dados do Serviço Nacional de Seguro de Saúde (NHIS-HEALS).
  • Na Coréia do Sul, o NHIS oferece seguro de saúde obrigatório que cobre quase todas as formas de assistência médica para todos os cidadãos.
  • A agência também oferece exames de triagem de saúde duas vezes ao ano para todos os inscritos com 40 anos ou mais e mantém registros detalhados de saúde para todos os inscritos.
  • Os participantes foram separados entre aqueles que não tinham periodontite crônica e os que sofriam do quadro.
  • Os pesquisadores acompanharam os grupos de 1º de janeiro de 2005 até o dia em que foram diagnosticados com demência, morreram ou até o final de dezembro de 2015, (o que ocorresse primeiro).

Resultados

Ao avaliar os dados, os pesquisadores apontaram que as pessoas com periodontite crônica tinham um risco 6% maior de demência do que as pessoas sem periodontite. De acordo com eles, essa conexão permaneceu verdadeira mesmo considerando comportamentos como fumar, consumir álcool e permanecer fisicamente ativo.

Apesar da importância geral de cuidar da saúde bucal, os cientistas acreditam que os resultados sejam valiosos para possivelmente evitar a demência, mas sugeriram que estudos futuros precisam ser realizados para investigar se a prevenção e o tratamento da periodontite crônica poderiam levar a um risco reduzido da doença.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Saúde