PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Antibiótico prejudica desenvolvimento ósseo; veja como ter esqueleto forte

Estudo mostra que o consumo de antibióticos altera as bactérias do intestino e impacta no desenvolvimento do esqueleto  - iStock
Estudo mostra que o consumo de antibióticos altera as bactérias do intestino e impacta no desenvolvimento do esqueleto Imagem: iStock

Do UOL VivaBem

03/02/2019 12h24

Nosso intestino é habitado por inúmeras bactérias que exercem um papel importante para a saúde --que vai desde a participação no processo digestivo até o fortalecimento da imunidade e prevenção de algumas doenças.

Agora, cientistas da Universidade da Carolina do Sul (EUA) comprovaram que a alteração nessa população de micro-organismos provocada por antibióticos impacta no desenvolvimento do esqueleto na pós-puberdade --fase em que há um acúmulo de cerca de 40% da massa óssea. Os resultados da pesquisa foram publicados no The American Journal of Pathology.

O estudo, que foi feito em ratos, demonstrou que mudanças na microbiota intestinal provocadas pelos medicamentos geram uma resposta inflamatória que pode levar a uma menor reabsorção óssea, pois faz com que as células (osteoclastos) desse tecido liberem seus minerais (como cálcio) na corrente sanguínea.

Como fortalecer o esqueleto? 

Manter bons hábitos de vida é essencial para ter ossos fortes. E uma das atitudes importantes para preservar seu esqueleto é a prática regular de atividades físicas.

Segundo Carla Silva-Batista*, educadora física, professora e pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo) a densidade mineral óssea começa a ser perdida a partir dos 23 anos e evolui rapidamente em pessoas sedentárias, o que não costuma acontecer com quem pratica exercícios.

Isso porque o impacto proporcionado por esportes como corrida e caminhada gera uma grande sobrecarga nos ossos, estimulando a produção de tecido para que o esqueleto fique mais resistente e suporte as demandas do treino.

Uma alimentação rica em cálcio também é importante, especialmente na infância adolescência e pós-adolescência --que como você você viu é quando ocorre boa parte da produção de tecido ósseo. Leite, queijos, iogurte natural, sardinha, couve e outros vegetais de verde-escuros estão entre as principais fontes do mineral, de acordo com Melissa Orlandin Premaor*, professora adjunta do Departamento de Clínica Médica da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria-RS), cujos estudos são focados em metabolismo ósseo.

Outra recomendação é manter o nível adequado de vitamina D no organismo, pois a falta da substância faz com que o cálcio dos ossos seja liberado para equilibrar o sangue. Vale lembrar que a a vitamina D é produzida pela pele quando "tomamos" sol. Geralmente, expor braços e pernas por 10 a 20 minutos ao dia, sem proteção, já garante a quantidade necessária da substância. 

*Fontes consultadas em reportagens publicadas pelo UOL VivaBem em 28/11/2018 e 20/04/2018.

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

Data: até dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingo 
Horário: das 16h às 00h
Endereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

Conheça o Espaço VivaBem no Verão

VivaBem

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Saúde