PUBLICIDADE

Topo

Má digestão? Veja 7 dicas do Ayurveda para melhorar o problema

Sintomas de má digestão são muito comuns entre os brasileiros - iStock
Sintomas de má digestão são muito comuns entre os brasileiros Imagem: iStock

Marcelle Souza

Colaboração para VivaBem

03/09/2018 04h00

A indigestão (cujo nome usado entre os médicos é dispepsia) é muito comum no Brasil. De acordo com a Federação Brasileira de Gastroenterologia, 40% das pessoas apresentam sintomas relacionados à má digestão, o que pode prejudicar bastante a qualidade de vida. Mas o Ayurveda pode nos ensinar hábitos que ajudam a reduzir esse tipo de incomodo.

Para quem não conhece, o ayurveda é uma filosofia médica oriental indiana que busca o equilíbrio do corpo com as leis da natureza. Essa abordagem terapêutica tem uma série de instruções para evitar doenças e, se necessário, recuperar a saúde.

Seja para a manutenção ou para um tratamento de saúde, o ponto principal dessa terapia é a alimentação. “No Ayurveda, o aparelho digestivo é o carro-chefe da manutenção da saúde física, afinal somos literalmente o que comemos. Assim, para sermos saudáveis devemos comer certo e o nosso sistema digestório deve funcionar corretamente”, diz Maria Estefânia Alves Áquila, doutora em ciências pela USP (Universidade de São Paulo) e professora de terapia ayurvédica no Prema Om.

Para a gastroenterologista Elaine Moreira, pós-graduada em medicina integrativa e membro da FBG (Federação Brasileira de Gastroenterologia), o ayurveda já tem sido bastante estudado, mas não substitui a avaliação individual do paciente. ". Se ele tem uma dor, por exemplo, não dá para pensar só em digestão, é preciso fazer exames, avaliar o quadro clínico, o histórico familiar e momento de vida", considera.

Os tratamentos do Ayurveda levam em conta quais são as energias (chamadas de doshas) predominantes em cada indivíduo, o que só pode ser feito caso a caso. Apesar disso, essa tradição tem recomendações gerais para melhorar a alimentação e, consequentemente, a digestão.

Veja a seguir uma lista de dicas dessa medicina milenar que podem mudar a sua relação com a comida, elaborada pelo VivaBem com ajuda de Áquila e de Aderson Moreira da Rocha, clínico geral e presidente da Associação Brasileira de Ayurveda.

Veja também:

1. Almoço: a refeição mais importante do dia

Para a medicina ayurvédica, em cada horário do dia predomina uma energia diferente e o ideal é que a alimentação respeite esse movimento do corpo. No Ayurveda, afirma-se que devemos tomar café da manhã como um príncipe, almoçar como um rei e jantar como um mendigo. Ou seja, a principal refeição do dia é o almoço, e o jantar deve ser mais leve.

Na medicina alopática, isso também faz bastante sentido: "O almoço é realmente o horário que temos maior liberação enzimática, o que ajuda na digestão. Por outro lado, o jantar deve ser leve, entre 18h e 19h, porque nesse período o nosso trato digestório está entrando em repouso, o que prejudica a digestão", explica a gastroenterologista Elaine Moreira.

Como essa tradição recomenda dormir e acordar cedo, o horário do café da manhã deve ser entre 7h e 8h, e o jantar entre 18h e 19h.

2. Prepare a sua comida e capriche nos temperos

gengibre, alimento, antibiótico - iStock - iStock
Imagem: iStock

Respeito, amor e cuidado na hora de preparar os alimentos são fundamentais para o Ayurveda. Alguns condimentos são indicados para acelerar a digestão, como gengibre, coentro, cominho, açafrão da terra e ghee.

Os alimentos recomendados são aqueles que nós conseguimos imaginar crescendo na natureza, da mesma região e estação do ano. Em outras palavras: comida de verdade, fresca e, de preferência, orgânica.

Além disso, recomendações mais precisas para o preparo das refeições dependem da constituição da pessoa e se ela está ou não em equilíbrio, o que precisa ser avaliado por um terapeuta especialista nessa filosofia.

Para Moreira, é preciso tomar cuidado com esse ponto, no entanto. "Isso deve ser muito individualizado, porque temos casos de intolerância e doenças que podem ser agravadas", alerta.

3. Coma só quando tiver fome

A fome é um sinal importante para o Ayurveda. Por isso, a tradição recomenda que você só coma quando a refeição anterior tiver sido completamente digerida.

Por exemplo: você pediu um prato pesado na hora do almoço. Para o Ayurveda, se não tiver fome no jantar, é porque o corpo precisa de um pouco mais de tempo para processar a comida anterior. Então é melhor esperar o apetite chegar.

A proposta é ouvir seu corpo. Comer quando tiver fome, dormir quando tiver sono, beber quando tiver sede.  Ouvir o corpo envolve também comer o alimento que ele estiver pedindo e na quantidade que ele precisar.

A falta recorrente de apetite, por sua vez, é um sinal de que algo não está bem no seu corpo. Nesse caso, os motivos precisam ser investigados por um terapeuta ayurvédico.

Veja também:

4. Tome um chá antes das refeições

chá de alecrim - iStock - iStock
Imagem: iStock

Para ativar o seu fogo digestivo (o jatharagni) uma das recomendações do Ayurveda é tomar um chá 30 minutos antes das refeições. Uma boa opção, dizem os especialistas, é o de gengibre, que pode ser preparado com três gotas de limão e uma pitada de sal marinho.

A dica é reiterada por Moreira. ". O cuidado deve ser só na escolha dos ingredientes. Isso porque nem todos os pacientes podem usar limão (já que o cítrico pode prejudicar pacientes com refluxo, por exemplo) ou gengibre", pondera.

5. Respeite a hora da comida

Segundo essa tradição indiana, cada refeição deve ser feita com consciência e atenção, sentado à mesa e sem a interferência de aparelhos eletrônicos, como celular, televisão ou computador.

Na Ayurveda a refeição é vista como um ritual, onde os alimentos são oferecidos a jatharagni, o fogo digestivo. Desta forma, deveríamos comer com respeito, alegria e em harmonia. Lembre-se ainda de mastigar bem os alimentos (o que ajuda a perceber os sinais de saciedade) e beber um pouco de água morna para a auxiliar a digestão.

6. “Divida” o seu estômago em quatro partes

estômago - iStock - iStock
Imagem: iStock

A regra de ouro para uma boa digestão no Ayurveda é comer com moderação, e respeitar os sinais de fome e saciedade --o que muitos nutricionistas também defendem, não é mesmo?

E uma dica dessa tradição indiana pode ser bem útil para evitar excessos, que é “dividir” o estômago em quatro partes. Funciona assim: metade do estômago deve ser preenchida com a comida, um quarto dele fica reservado para água morna ou chá de ervas (como erva-doce, por exemplo) e um quarto deve permanecer vazio. Ou seja, é preciso deixar a mesa com um pequeno espaço no estômago.

7. Dê um tempo depois de cada refeição

Para o Ayurveda, nada de tirar uma soneca ou ir direto trabalhar logo depois do almoço, atitudes que prejudicariam o processo digestivo. O mais recomendável, dizem os especialistas, é fazer uma leve caminhada ou sentar por um tempo. Após a refeição, chá de funcho e erva-doce também são indicados pela tradição indiana para ajuda a digestão.

Não existe uma receita pronta. O Ayurveda só não recomenta a sesta. Se você se sente bem dando uma caminhada depois de comer, faça isso. Se aprecia ficar sentado ouvindo uma música, tudo bem. Seja o que for, após uma refeição deveríamos nos dar uns minutos de paz.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube