Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Quer driblar o câncer? Coma mais vegetais e evite fast-food e refrigerante

Nutrição, atividade física e diminuição do álcool ajudam na prevenção da doença  - iStock
Nutrição, atividade física e diminuição do álcool ajudam na prevenção da doença Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

26/07/2018 14h12

Não é de hoje que a ciência mostra que ter uma alimentação saudável e praticar exercícios ajuda a prevenir diversas doenças. Novas evidências publicadas no periódico Cancer  Research  mostraram que seguir uma dieta equilibrada reduz o risco de câncer de próstata, mama e colorretal.

"A nutrição e a atividade física estão entre os fatores de risco de câncer modificáveis", disse Mathilde Touvier, uma das autoras do estudo. Por isso, é importante sempre buscar entender melhor como podem afetar nossa saúde.

Veja também:

Os pesquisadores recrutaram 41.543 participantes com 40 anos ou mais, que nunca haviam sido diagnosticados com câncer antes da inclusão no estudo, para identificar como a dieta pode interferir no risco de câncer de mama, de próstata e colorretal.  

O trabalho científico iniciou em 2009 e os participantes receberam instruções alimentares baseadas em quatro protocolos nutricionais de instituições de saúde, como o do American Institute for Cancer Research (AICR), que recomenda comer mais verduras, frutas e grãos integrais; reduzir fast-food e bebidas açucaradas (refrigerante e sucos); diminuir o consumo de carne vermelha e processada; e evitar a ingestão de álcool.

A cada seis meses, os voluntários preencheram um "formulário" online, onde tinham que detalhar todos os alimentos e bebidas consumidos durante um período de 24 horas. Os especialistas então avaliaram o quanto a dieta de cada participante ficou próxima dos protocolos nutricionais do estudo.

Os cientistas descobriram que as pessoas que mantiveram um cardápio próximo ao indicado no protocolo nutricional da AICR reduziram em 12% o risco de câncer. Os outros protocolos também foram eficientes, mas o da AICR garantiu melhores resultados.

Os especialistas concluíram que a "contribuição sinérgica" de uma dieta saudável era mais significativa do que qualquer recomendação dietética única. Por exemplo, antioxidantes de frutas e vegetais podem contribuir para neutralizar parte do dano oxidativo ao DNA causado pela carne processada; já o exercício pode reduzir a pressão sanguínea, neutralizando em parte os efeitos dos alimentos ricos em sódio.

"Isso enfatiza o papel de um estilo de vida saudável geral --nutrição, atividade física e diminuição do álcool -- na prevenção do câncer", disse Srour. "É, portanto, importante ter em mente que cada fator do estilo de vida conta e nunca é tarde demais para adotar uma alimentação saudável.

Mais Saúde