PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Tumor de MC Pikachu não é comum; entenda o problema e suas causas

MC Pikachu está com um tumor no cérebro. - Divulgação
MC Pikachu está com um tumor no cérebro. Imagem: Divulgação

Vivian Ortiz

Do VivaBem, em São Paulo

18/06/2018 19h14

Matheus Sampaio Correa, conhecido como MC Pikachu, contou aos seus seguidores nas redes sociais que está com um tumor no cérebro e será operado. Na semana passada, Pikachu já havia sido internado com hidrocefalia, que ocorre quando a quantidade do líquido cefalorraquidiano aumenta dentro do crânio, provocando uma série de sintomas que precisam de cuidados urgentes.

"Rapaziada, vou explicar aqui o que aconteceu, fiz uma ressonância agora, cheguei, deu um tumor no cérebro. Um tumorzinho. Agora vou fazer uma cirurgia para retirar, mas se Deus quiser vai dar tudo certo. Orem por mim, certo? Tamo junto, amo vocês, logo, logo eu estou na pista de novo quebrando tudo", disse ele, sem informar quando o procedimento ocorrerá.

Veja também:

O neurologista Fabio Porto, do Hospital das Clínicas de São Paulo (FMUSP), explica que é difícil comentar sem saber detalhes do caso, mas explica que, basicamente, os tumores cerebrais são divididos em benignos (como meningioma ou gliomas de baixo grau, entre outros) ou malignos (como um glioblastoma).

"Os sintomas mais comuns costumam ser dores de cabeça, confusão mental e crise convulsiva", explica o médico. "Como alguns tumores também atrapalham a circulação de líquor, líquido presente no cérebro, podem causar hidrocefalia, como parece ter sido o caso do cantor, mas não dá para saber qual é o tipo de tumor apenas pelos sintomas, é necessário o uso de exames de imagem, por exemplo."

Quais são as causas?

Esse tipo de câncer não está entre os mais comuns. O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que em 2018 serão diagnosticados 11.320 novos casos de tumores cerebrais/Sistema Nervoso Central (5.810 em homens e 5.510 em mulheres) no Brasil.

As causas da doença ainda são pouco conhecidas, mas o Inca considera traumas na cabeça e traumas acústicos (exposição a alto nível de som) como fatores de risco para o desenvolvimento de meningioma

Como tratar?

Caso seja um tumor benigno, explica o neurologista, existe a necessidade de uma cirurgia para retirada ou ressecção do tumor. Já se for maligno, o tratamento é mais trabalhoso. Além da cirurgia, é necessário fazer quimioterapia e radioterapia.

Siga o VivaBem nas redes sociais
Facebook • Instagram • Youtube

Saúde