PUBLICIDADE

Topo

Você é o que sua mãe come: dieta na gravidez afeta crescimento da criança

Hábitos nutricionais da mãe afetam diretamente o crescimento do filho - iStock
Hábitos nutricionais da mãe afetam diretamente o crescimento do filho Imagem: iStock

Do VivaBem

25/05/2018 12h38

É melhor tomar cuidado com aquela história de comer por dois durante a gravidez. De acordo com um novo estudo, os hábitos nutricionais e o metabolismo da mãe afetam diretamente o crescimento do filho. Publicada no periódico Nature Communications na quarta-feira (23) e liderada por pesquisadores da Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, nos Estados Unidos, a pesquisa descobriu por que os hábitos alimentares da mãe influenciam tanto o filho.

Os cientistas perceberam que dois neurônios essenciais para o crescimento e metabolismo (o GHRH e o AgRP) estão interconectados para o desenvolvimento do bebê. Localizado na região do hipotálamo, o GHRH orquestra o crescimento e a maturação do corpo. Enquanto isso, o AgRP estimula a alimentação e suprime o uso de energia.

Veja também:

Para entender como esses neurônios são desenvolvidos, a equipe de pesquisa catalogou várias proteínas expressas no hipotálamo de camundongos e analisou suas funções. "Descobrimos que uma proteína específica chamada DLX1 é fundamental para o desenvolvimento do neurônio GHRH. No entanto, também suprime o desenvolvimento do AgRP", explica Jae W. Lee, autor do estudo. "Quando a DLX1 foi removida, o crescimento do camundongo foi atrofiado e ele se tornou obeso."

De acordo com Lee, no futuro, o desenvolvimento de ambos os neurônios pode ser artificialmente pré-ajustado no controle do crescimento pós-natal. Agora, os pesquisadores estão trabalhando para determinar se a DLX1 pode ser controlada pela dieta. Testando tanto dietas ricas em gordura quanto pobres em proteínas em camundongos, Lee espera identificar como a comida afeta a constituição genética de um bebê no útero.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube