PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Cientistas criam método que aponta antidepressivo ideal para cada paciente

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem

30/12/2017 10h41

A depressão afeta cerca de 350 milhões de pessoas em todo o mundo, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), mas apenas um terço dos pacientes continuam usando o primeiro antidepressivo prescrito. Embora os tratamentos atualmente disponíveis sejam seguros, a troca de medicamentos é muito comum, pois cada paciente responde de forma particular a um determinado antidepressivo.

Até agora, não havia avaliações clínicas que podiam prever com um alto grau de certeza a resposta de uma pessoa ao medicamento específico. Mas isso está prestes a mudar.

Veja também:

Publicado no periódico PLOS Biology e liderado pela cientista Marianne Müller e uma equipe do centro Médico Universitário Mainz e do Instituto Max Planck de Psiquiatria, na Alemanha, um estudo mostrou que há um meio de identificar biomarcadores associados a uma resposta positiva aos antidepressivos.

Para isso, os cientistas fizeram testes em camundongos, apontando quem tinha uma boa resposta ao tratamento antidepressivo e quem tinha uma fraca, com base nos genes dos animais. Segundo os pesquisadores, as condições analisadas nos ratos podem facilitar a identificação de biomarcadores válidos para a resposta ao tratamento antidepressivo e potencialmente ser aplicados em seres humanos.

"Nós conseguimos identificar um conjunto de genes associados à resposta antidepressiva no rato modelo e depois validamos em pacientes diagnosticados com depressão", explicou Tania Carrillo-Roa, do Instituto Max Planck de Psiquiatria. De acordo com a cientista, isso sugere que as marcas moleculares associadas à resposta antidepressiva no rato poderiam, de fato, prever o resultado do tratamento no paciente.

Segundo os autores do estudo, a identificação de biomarcadores melhoraria drasticamente a qualidade do tratamento em pacientes com depressão.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

Saúde