PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Se parar de tomar a pílula terei mais acne? A libido aumenta? Piora a TPM?

iStock
Imagem: iStock

Maria Júlia Marques

Do VivaBem, em São Paulo

03/07/2018 04h00

A pílula anticoncepcional é um dos métodos mais utilizados por mulheres para evitar a gravidez indesejada. Porém, sempre que o medicamento é assunto nas rodas de conversa, bate aquela preocupação com as respostas dos hormônios no corpo e surgem várias dúvidas sobre o que pode acontecer ao deixar de tomar a pílula. Você vai ter mais espinhas? Vai demorar muito para conseguir engravidar? A TPM aumenta? 

“É importante ter em mente que o anticoncepcional hormonal tem benefícios muito seguros se tomado direito e for escolhido com cautela, para que a paciente se adapte a ele. Mas caso a escolha seja cortar o uso, o corpo volta a trabalhar sozinho e vão existir respostas”, diz Sérgio Podgaec, ginecologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Veja também: 

O que acontece quando você corta a pílula:

  • iStock

    Quanto tempo demoro para engravidar?

    No instante que você deixa de tomar um comprimido já está correndo risco. É por isso que os médicos reforçam a importância de nunca esquecer o medicamento e você já ouviu casos de pessoas que engravidaram ao usar a pílula anticoncepcional de forma descuidada.

    "Ao interromper a pílula, seu corpo começa a trabalhar sozinho, dando sinais de que a produção de óvulos pode voltar a todo vapor. O tempo exato para engravidar varia de mulher para mulher. Mas se cuide caso essa não seja sua intensão, pois você pode estar grávida no mês seguinte", afirma Luciana Taliberti, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim.

  • iStock

    Ao parar a pílula o corpo desincha? O tamanho dos seios muda?

    Depende da pílula anticoncepcional. O mais comum é que a dosagem hormonal do remédio faça com que a mulher retenha líquido. Assim, quando a paciente deixa de tomar o medicamento, acaba se sentindo mais magra e menos inchada, podendo perceber diferença até no tamanho dos seios ou número do sutiã.

    "Mas, por outro lado, tem medicamentos com drospirenona --um diurético -- que não incham. Varia muito e o importante é acompanhar os sintomas e debater com seu médico", orienta Taliberti.

  • iStock

    A oscilação de humor na TPM vai ser maior?

    Isso depende do organismo de cada uma, mas é comum ter maior variação de humor durante a TPM ao interromper o uso da pílula. As mudanças acontecem devido à flutuação hormonal que o corpo sofre durante esse período.

    Os anticoncepcionais mantêm os níveis de hormônios --como estrógeno e progesterona -- constantes, o que garante a regulação do humor. A partir do momento em que o corpo está trabalhando sozinho, você pode chorar por ter derrubado o garfo no chão ou querer matar um colega porque ele cutucou você na reunião.

  • Getty Images

    Ficarei com a pele mais oleosa e terei acne? E o cabelo?

    Em muitos casos, o anticoncepcional é usado como tratamento contra a acne. "Algumas pílulas têm antiandrogênicos e isso pode ajudar a pele, uma vez que a substância bloqueia androgênicos, os responsáveis pelo aumento da oleosidade", explica Pedro Monteleone, coordenador técnico do Centro de Reprodução Humana do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

    Por isso, quem deixa de tomar o remédio pode sentir a oleosidade voltando não só na pele, como também no cabelo.

  • iStock

    Sem a pílula a cólica aumenta? A menstruação será mais intensa?

    Provavelmente. Ao tomar a pílula você para de ovular, fazendo com que o processo menstrual seja mais simples --dependendo do medicamento, nem há menstruação. Mas, sem remédio, o organismo ovula, o endométrio recobre a parede do útero e ao não receber um bebê tudo isso sai como menstruação. O funcionamento natural é mais intenso e completo, terá mais material para você expelir do útero no fim do ciclo, o que causa maiores dores e torna o fluxo mais intenso.

    "Quando você fica à mercê dos seus hormônios tem mais estímulo no endométrio, menstrua mais, tem mais cólica. Com a pílula não há ovulação e ocorre uma diminuição da proliferação do endométrio e da contração uterina", explica Taliberti.

    Lembrete: as sortudas que nunca sofreram de cólica podem ficar tranquilas, a suspensão da pílula não vai fazer com que as dores apareçam do nada, elas acometem só quem sempre teve o problema.

  • iStock

    E ficar sem pílula aumenta a libido?

    Sim! É uma coisa um tanto "instinto animal": a libido da mulher costuma ficar em alta quando os níveis de estrogênio, androgênio e testosterona estão mais altos, no momento da ovulação. Tomando pílula, você não ovula e não tem pico hormonal, o que pode trazer uma queda no desejo sexual. Ao interromper o uso do medicamento, seu corpo funciona de forma mais natural e você tem mais desejo. Pode não ser algo gritante, mas é significativo.

VivaBem