PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Não quer ter mau hálito? 5 dicas para evitar o problema

Mudar alguns hábitos pode te deixar longe do problema - iStock
Mudar alguns hábitos pode te deixar longe do problema Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

06/10/2018 14h33

A halitose --conhecida popularmente como mau hálito -- é um problema muito comum e que causa diversos problemas sociais. De acordo com o CROSP (Conselho Regional de Odontologia de São Paulo) normalmente o problema não é uma doença, e sim um sintoma de um mau hábito ou de que algo está errado no organismo. Estima-se que existem mais de 60 causas para a halitose.

Por isso, quando o mau hálito surge, o ideal é sempre conversar com um odontologista, vai que você tem uma gengivite, diabetes ou algo mais sério? Mas se você ainda não tem o problema e quer evitá-lo, veja as dicas da Comissão de Halitologia do CROSP:

VEJA TAMBÉM:

  • Limpe bem a sua língua

    O mau hálito está muito relacionado com o aparecimento da saburra lingual, aquela secreção esbranquiçada ou amarela que aparece sobre a língua. Isso porque ela é composta de restos de alimentos, células da mucosa bucal e bactérias que aderem à superfície da língua. Não é a toa que ela causa mau cheiro! Mas para evitá-la é simples: basta usar o limpador ou raspador de língua quando estiver fazendo sua higiene bucal.

  • Hidrate-se sempre

    A saliva não serve só para ajudar na digestão dos alimentos, ela é responsável por lubrificar a cavidade oral e neutralizar o pH, protegendo-a das bactérias. Como as bactérias são uma das causas do mau hálito, melhor tomar cuidado. Mas algumas pessoas podem ter uma menor salivação, ou por algum problema de saúde ou por falta da mastigação e de hidratação adequada! Beber água, portanto, permite que as glândulas salivares produzam a quantidade certa de saliva, ajudando a prevenir essa causa de mau hálito. Leia mais

  • Não fique muito tempo sem comer

    Jejum prolongado é outro causador de mau-hálito, isso porque a falta de glicose no corpo aumenta os corpos cetônicos, que causam mau hálito, de acordo com a Abha (Associação Brasileira de Halitose). Comer de três em três horas e incluir alimentos ricos em fibras na dieta, como maçã e cenoura, são atitudes que podem minimizar o problema. Leia mais

  • Escove bem os dentes

    Essa dica parece batida, mas não custa reforçar. A escovação adequada impede justamente que as bactérias e restos de comida se acumulem na boca, causando a fermentação e mau odor. Não esqueça do fio dental e converse com seu dentista sobre o uso de enxaguante bucal (sem álcool, por favor!). Leia mais

  • Reduza o cigarro e álcool

    Parece óbvio, mas o motivo para essa redução vai além do cheiro característico desses produtos, que costuma deixar marcas no hálito logo após o consumo. O álcool, por exemplo, desencadeia uma grande descamação de células bucais, que são cheias de proteínas que produzem enxofre ?uma substância conhecida pelo mau cheiro. O cigarro também tem enxofre na composição e ainda contribui para a redução da saliva. Leia mais

Saúde