Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Como fazer o seu tempo render: pare de falar que não tem tempo

iStock
Imagem: iStock

Bárbara Therrie

Colaboração para o VivaBem

26/03/2018 04h10

A frase “não tenho tempo” se tornou tão frequente que já não incomoda mais. No entanto, é preciso parar de enxergar o tempo como escasso e entender que ele é igual para todos. A maneira como você se organiza é que vai influenciar a sua produtividade.

Consultados por VivaBem, Christian Barbosa, especialista em gestão do tempo e produtividade; e Veridiana Cavalheri, master coach da SBCoaching (Sociedade Brasileira de Coaching), dão 10 dicas para fazer seu tempo render:

Como fazer o tempo render

  • Pare de dizer que você está ocupado

    Se você frequentemente deixa de fazer coisas por "estar ocupado", algo está errado. Se quer iniciar um curso e não o faz porque está atarefado, talvez o problema seja falta de organização. Elimine as atividades circunstanciais de sua rotina, --aquelas que não trazem retorno e só roubam o tempo-- para estabelecer prioridades.

    Não alimente a crença de que "estar ocupado é ser importante". Identifique o que está fazendo: "Você deveria estar executando essa tarefa?", "Qual é o custo-benefício dela?", "Outras pessoas deveriam estar realizando ela no seu lugar?". Muitas vezes, o fato de estar ocupado significa ter indivíduos descomprometidos ao seu redor.

  • Faça coisas que te deixem feliz ou te aproximem de seus objetivos

    Quando você faz algo que te traz felicidade, você está usando o seu potencial em prol do que acredita ter sentido, entrando num processo conhecido pela psicologia positiva como "flow" (fluidez, em tradução livre para o português). Defina o que é importante para você, caso contrário, você constantemente terá a sensação de que está com a "agenda cheia" e se afastará dos seus objetivos.

  • Aprenda a dizer "não"

    Nem sempre é fácil negar um favor ou rejeitar um compromisso. O medo de se indispor com o outro é um dos grandes problemas. Aprender a dizer "não" deixa sua rotina mais livre. Não podemos fazer tudo ao mesmo tempo, e dar uma negativa ao outro significa dizer "sim" para você.

    Não seja escravo do que vão pensar a seu respeito. Se alguém te pedir algo que não esteja no seu escopo de atuação ou que você não tenha disponibilidade, agradeça pela confiança. Diga algo como: "Obrigado pela oportunidade, mas, embora essa atividade seja interessante, estou sem tempo hábil para executá-la com a atenção que gostaria". Você será respeitoso com a pessoa e consigo próprio, pois não se forçará a fazer o que não quer, e terá mais tempo para preencher seu dia com o que importa para você.

  • Conheça a si mesmo

    Pessoas altamente produtivas conhecem os hábitos que destroem a performance delas, em relação ao tempo. Elas são assertivas, focadas, sabem os resultados que buscam e tomam decisões acertadas. Se você não se conhece, tende a ter dificuldades, a adiar decisões e a desperdiçar tempo. Avalie os padrões comportamentais que te limitam, adapte sua rotina à sua realidade e construa novos hábitos.

  • Desacelere

    Precisamos nos organizar para não ficarmos ocupados e atarefados o dia todo. Desacelerar é um processo de relaxar, descansar para depois performar. Ter intervalos para atividades de lazer são fundamentais para o bem-estar. Como nosso cérebro não consegue se manter concentrado por muito tempo, fazer pausas ao longo do dia favorece a nossa produtividade, nos auxiliando a criar, planejar, visualizar, resolver problemas e otimizar melhor o nosso tempo.

  • Delegue tarefas

    Em alguns momentos, é preciso administrar diversas tarefas em um curto espaço de tempo. Aprender a delegar é essencial. Numa empresa, o líder precisa conhecer as qualidades de cada colaborador para destinar as demandas ao funcionário correto.

    Toda vez que você faz em vez de delegar, você perde a chance de formar pessoas que possam fazer o que você faz. É preciso contabilizar quanto custa para a empresa não delegar. Contabilize o valor do seu tempo pelo seu salário. Divida o que ganha pelo tempo que tem disponível e identifique o valor da sua hora. Analise quais atividades têm valor de verdade. As demais, delegue e supervisione os resultados.

  • Registre suas obrigações

    Manter as atividades registradas é imprescindível para a organização da rotina. Diariamente, há diversas coisas para fazer, e se esquecer de algo é normal. Para que isso não aconteça, anote suas obrigações numa agenda ou no celular, onde for melhor para você. Para melhorar sua relação com o tempo, há dois pontos chaves: estratégia e eficiência. O primeiro consiste em como você se organiza segundo o tempo que tem disponível e como prioriza as ações. O segundo é a maneira como administra as tarefas com agilidade e qualidade.

  • Lei da concentração

    O hábito de adiar tarefas não é fácil de ser combatido, uma vez que é da natureza humana fazer o que dá mais prazer. A lei da concentração afirma que todo resultado na vida é fruto do esforço continuado e de concentração no processo. Isso exige disciplina. Seja comprometido com você e com seus projetos. Se perde muito tempo nas redes sociais, por exemplo, estabeleça um período para isso. Dessa forma, você terá mais controle sobre o seu tempo.

  • Não procrastine ou "evite urgências"

    O senso de urgência precisa ser colocado em prática todos os dias. É comum postergar a execução de atividades importantes para fazer algo mais prazeroso ou não fazer nada. Isso cria urgências na rotina, e quando elas vêm associadas de um imprevisto, trazem estresse. Sempre que possível, adiante suas tarefas. Não subestime o tempo que você tem.

  • Autocontrole

    O autocontrole é a chave para ter uma boa gestão do tempo e alta performance. Frequentemente, somos tentados a adiar tarefas ou cancelar coisas importantes. A melhor maneira de combater isso é focando nos objetivos. Aprenda a dizer para si mesmo: "Isso seria legal, mas não me leva onde eu quero". Somente com autocontrole, seriedade e organização você atingirá seus resultados.