PUBLICIDADE

Topo

Blog da Sophie Deram

8 dicas para não engordar na ceia de Natal

iStock
Imagem: iStock
Sophie Deram

Sophie Deram é uma nutricionista franco-brasileira, autora do best-seller ?O Peso das Dietas?, palestrante, pesquisadora e doutora pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) no departamento de endocrinologia. Defende a importância do prazer de comer para a saúde e a ideia de comer melhor e não menos. Sophie não acredita nas dietas restritivas e no ?terrorismo nutricional?. Desenvolve programas online para transformar a relação das pessoas com comida e ensina profissionais de saúde sobre nutrição que alia ciência e consciência.Leia mais no site da Sophie Deram: https://www.sophiederam.com/br/

Colunista do UOL

23/12/2020 04h00

O Natal é uma festa religiosa para muitos, mas é também uma festa cultural, e tanto cristãos e não-cristãos aproveitam esse momento, que pode ser de muita reflexão e solidariedade.

Uma das formas de celebrar essa data é com a ceia de Natal. Nela, reunimos os familiares e amigos e festejamos ao redor da mesa com muita comida gostosa e afetiva. Por esse mesmo motivo, a ceia pode ser motivo de preocupação e gerar medo de engordar em muita gente.

Por isso, trago aqui algumas dicas para ajudar você a não ganhar peso neste Natal.

Ninguém engorda na ceia de Natal

Na verdade, dar dicas para não engordar na ceia de Natal é um pouco difícil. Simplesmente não tem dicas. Deixe-me explicar o porquê.

Na verdade, ninguém engorda de um dia para o outro e, portanto, não é a ceia de Natal que vai fazer você ganhar peso.

Talvez você me diga que já se pesou antes e depois da ceia e percebeu um ganho de peso. Eu tenho certeza que isso pode ter acontecido, mas também estou certa de que esse número na balança não significa que você ganhou peso.

Após a ceia de Natal, é bem provável que coma mais que o habitual e aquele peso na balança representa líquidos e comida que ainda estão no seu intestino sendo metabolizados. Do mesmo modo, quando fazemos exercício, perdemos muita água e a balança também vai mostrar uma diminuição no número que vemos. Em nenhum desses dois casos nosso peso indica que ganhamos ou perdemos gordura.

Por isso, uma coisa essencial é deixar o peso de lado após a ceia de Natal. Isso mesmo. Pare de se pesar! Lembre-se que ninguém ganha gordura após alguns dias de exageros. A balança pode até indicar um número maior, mas a volta à rotina normaliza tudo. Confie no seu corpo e você vai perceber na prática o que estou falando.

De qualquer forma, se está inseguro quanto à sua alimentação na ceia de Natal e quer saber como não exagerar e como comer melhor nessa data, tenho 8 dicas que podem ajudar você.

8 Dicas para não exagerar e comer melhor no Natal

1. Entenda que exagerar é normal

Tratamos a alimentação como se fosse algo estático, mas na verdade ela é muito dinâmica. Existem alimentos para todas as ocasiões: almoço, café da manhã, jantar, lanches, comida de festa. Da mesma forma, tem dias que nos sentimos com mais apetite, em outros com menos.

Além disso, é uma tendência comer mais que o habitual quanto estamos na presença de outras pessoas em momentos de celebração. Comer é um lubrificante social, concorda? É a isso que chamamos de fome social. E quer saber? Isso não é preocupante, porque exagerar de vez em quando é normal.

2. Coma sem culpa

É muito comum pensar que se nos sentimos culpados por comer demais, esse sentimento vai nos ajudar a comer menos para evitar essa sensação. Mas não é assim que funciona. A culpa pode nos colocar em um círculo vicioso e nos levar a exagerar na comida. Por outro lado, quando comemos sem culpa a tendência é exagerar menos. Por isso, tire a culpa do cardápio e aproveite a ceia de Natal.

3. Coma com atenção plena

Em nossa sociedade é muito comum comer ao mesmo tempo em que fazemos outras coisas. Por exemplo, almoçamos enquanto trabalhamos. Assim, ganhamos tempo, mas perdemos o prazer da refeição e não conseguimos ouvir muito bem nossos sinais de fome, nem sabemos a hora de parar de comer. Isso acontece mesmo em momentos como a ceia de Natal, em que podemos relaxar e aproveitar.

Por isso, sugiro que você coma com atenção plena. Ou seja, esteja presente no momento das refeições, de forma semelhante como quando meditamos, prestando atenção aos nossos sinais de fome e saciedade, como também aos sabores, cheiros, texturas, aparência e até no barulho que os alimentos fazem ao serem mastigados.

4. Alimente-se bem ao longo do dia

Tem muita gente que com medo de engordar, passa o dia inteiro sem comer ou comendo muito pouco para então aproveitar a ceia de Natal.

No entanto, passar muito tempo sem comer não faz bem para a saúde, nos deixa desatentos e fracos e, na verdade, nos faz comer muito mais, pois estamos com fome e diante da comida.

O sacrifício não compensa, como também não funciona. O melhor mesmo é comer normal ao longo do dia e experimentar um pouco de tudo na ceia de Natal.

5. Deixe as dietas restritivas de lado

Outra estratégia utilizada por quem tem medo de ganhar peso é fazer uma dieta restritiva antes do Natal e das festividades de fim de ano. Com isso, você pode até perder peso em curto prazo. Mas essa prática não contribui em nada para a sua saúde. Na verdade, pode gerar mais desejo por comida, levando à perda de controle na ceia de Natal. E a longo prazo, em vez de emagrecimento, o mais comum é o efeito sanfona.

6. Permita-se comer

Muita gente acha que permitir-se comer de tudo nos leva a comer mais. Pode parecer estranho, mas não é assim que acontece. Quando entendemos que não existem alimentos proibidos nem permitidos fica mais fácil ter satisfação com quantidades normais de comida, comer de acordo com a ocasião e evitar exageros. Lembre-se, você pode comer de tudo, mas não tudo. Assim, podemos transformar a relação com a comida e comer em paz.

7. Não veja a comida como o foco da ceia de Natal

A comida é muito importante em uma confraternização. Ela contribui com a socialização, além de ser uma fonte de prazer. Mas ela não precisa ser o foco da ceia de Natal. Nessa ocasião também podemos conversar, participar de um amigo secreto e outras brincadeiras e nos divertir ao lado de quem amamos.

8. Curta a companhia e o momento

Por fim, desejo que você tenha uma ceia de Natal com muita paz e alegria. Como ainda estamos passando pela pandemia da COVID-19, lembre-se: nada de grandes aglomerações. Mas tenho certeza que poderá curtir o momento com as pessoas mais próximas e amadas por você.

Bon appétit e Feliz Natal!

Sophie Deram