PUBLICIDADE

Topo

Viagem

Roteiros internacionais


Voos diretos do Brasil chegam do Caribe ao Oriente Médio

A riqueza histórica e cultural de Istambul, na Turquia, está a um voo de distância do Brasil - Getty Images/iStockphoto
A riqueza histórica e cultural de Istambul, na Turquia, está a um voo de distância do Brasil Imagem: Getty Images/iStockphoto

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

16/01/2020 04h00

Dezenas de destinos internacionais famosos, como Londres, Paris, Roma, Los Angeles e Nova York, têm voos diretos do Brasil. Não são, porém, apenas grandes cidades dos Estados Unidos ou capitais da Europa que recebem viagens aéreas vindas diretamente do território nacional.

Hoje, brasileiros têm a chance de voar até balneários paradisíacos do Caribe ou a centros urbanos africanos e do Oriente Médio sem enfrentar as chatices de uma conexão.

A seguir, veja dez lugares incríveis que você pode conhecer desta maneira.

Casablanca (Marrocos)

Casablanca, no Marrocos - Getty Images/iStockphoto
Casablanca, no Marrocos
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A cidade portuária mais famosa do país recebe voos diretos desde o aeroporto de Guarulhos (SP) e do Galeão (RJ) operados pela companhia Royal Air Maroc.

As jornadas duram cerca de nove horas e colocam o turista na principal metrópole deste país do norte da África.

Em Casablanca (que ganhou fama mundial com o filme homônimo estrelado por Humphrey Bogart e Ingrid Bergman), um passeio obrigatório é a mesquita Hassan 2º: construído ao lado do mar, o templo ocupa uma área de nove hectares, exibe um minarete com 210 metros de altura e pode comportar mais de 100 mil fiéis (cerca de 25 mil dentro da mesquita e 80 mil nos pátios que a circundam). Sua estrutura é feita com mármore, cedro talhado e mosaicos.

Este centro urbano também abriga restaurantes e é ponto de partida para outros destinos, como as cidades históricas de Fez e Marrakech, a capital Rabat (e suas ondas ideiais para surfar) e Volubilis, um sítio arqueológico da época do Império Romano.

Istambul (Turquia)

Stefan Kostoski/Unsplash
Imagem: Stefan Kostoski/Unsplash

Já imaginou pisar em dois continentes no mesmo dia? Isso é possível na localidade turca, que recebe voos diretos de aproximadamente 12h30 desde o Aeroporto de Guarulhos (e que são operados pela Turkish Airlines) e está dividida entre a Europa e a Ásia.

O indicado é começar na região de Sultanahmet, onde se localizam a Mesquita Azul (construída no século 17 a mando do sultão Ahmet 1º e hoje o principal monumento islâmico de Istambul), o Palácio Topkapi (que, entre os séculos 15 e 19, abrigou o principal centro de decisões do Império Otomano) e a Hagia Sophia, erguida como basílica no século 6 d.C. (quando Istambul se chamava Constantinopla e era capital do Império Bizantino) e posteriormente transformada em mesquita pelos otomanos.

No distrito de Beyoglu, é possível conhecer os bares e restaurantes descolados. Na área fica a torre de Gálata, com quase 70 metros de altura: do seu topo é possível admirar o pôr do sol.

E outro destino imperdível da cidade é a rua Istiklal, cheia de lojas, bares e discotecas.

Doha (Qatar)

Vista da Corniche de Doha, no Catar - Vista da Corniche de Doha, no Catar
Vista da Corniche de Doha, no Catar
Imagem: Vista da Corniche de Doha, no Catar

Capital do país que sediará a próxima Copa do Mundo, em 2022, Doha recebe voos diretos desde o Aeroporto de Guarulhos operados pela Qatar Airways. Sua duração é de aproximadamente 14h30.

Na principal cidade do Qatar, os turistas transitam facilmente entre paisagens tradicionais e cenários extremamente modernos.

O Souq Waqif, por exemplo, é um mercado cortado por vielas onde existem lojinhas e tendas vendendo especiarias do Oriente Médio, tapetes árabes, joias e tecidos coloridos.

Já a Corniche é um calçadão à beira do Golfo Pérsico que oferece vista para os arranha-céus opulentos de Doha e, na água, para as típicas embarcações de madeira chamadas "dhow".

Nesta área também se situa o Museu de Arte Islâmica, que abriga uma das mais completas coleções de arte islâmica do mundo, com obras que remontam até o século 7 d.C. A arquitetura do edifício, aliás, é assinada pelo chinês-americano I.M. Pei, responsável pela pirâmide do museu do Louvre, em Paris.

E, de Doha, é possível ir até a ilha artificial Pearl-Qatar, com hotéis de luxo, praias, uma marina de iates e restaurantes luxuosos.

Ilha do Sal (Cabo Verde)

Ilha do Sal, em Cabo Verde - Marcel Vincenti/UOL
Ilha do Sal, em Cabo Verde
Imagem: Marcel Vincenti/UOL

Terra recheada de lindas praias e com uma população que fala português, o arquipélago recebe rápidos voos diretos de Salvador (duração de cerca de 5h10), Recife (com duração de menos de 5 horas), Fortaleza (aproximadamente 4 horas) e, também, de Porto Alegre (cerca de 7h50).

Os aviões da companhia Cabo Verde Airlines pousam na Ilha do Sal, que está com uma infraestrutura hoteleira cada vez mais desenvolvida e que possui praias paradisíacas.

Os grandes resorts, restaurantes de alta gastronomia e orlas mais concorridas da ilha se encontram na praia de Santa Maria, banhada por uma água de azul intenso.

E o Sal é marcado por vilarejos coloridos (como a pitoresca Palmeira) e uma árida paisagem marciana de origem vulcânica, que pode ser explorada em passeios de bugue.

Cancún (México)

Cancún, no México - iStock
Cancún, no México
Imagem: iStock

Um dos mais populares destinos turísticos do Caribe, o balneário pode ser visitado com voos diretos que saem do Brasil.

Atualmente, há aviões da Gol que decolam de Brasília em direção ao destino mexicano, em jornadas sem paradas que duram cerca de oito horas.

Ao chegar lá, os viajantes se deparam com um verdadeiro recanto praiano: na chamada Zona Hotelera, banhada pelo mar do Caribe, se amontoam enormes resorts, restaurantes de culinária internacional, barzinhos onde a tequila corre solta e, logicamente, baladas que atravessam a madrugada.

De Cancún, vale a pena fazer passeios para praias e ilhas vizinhas igualmente lindas, como Isla Mujeres, Parque Nacional Isla Contoy, Cozumel, Holbox e Puerto Morelos. É viagem para mais de uma semana.

Punta Cana (República Dominicana)

Punta Cana, na República Dominicana - Getty Images/iStockphoto
Punta Cana, na República Dominicana
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Outro destino caribenho que recebe aviões vindos diretamente do Brasil: para chegar ao balneário dominicano sem conexões, é possível tomar voos da Gol que partem do aeroporto paulista de Guarulhos (e que têm aproximadamente 7 horas de duração).

O local é cheio de enormes resorts pé na areia e que funcionam em sistema all-inclusive (ou seja, com bebidas e alimentação à vontade incluídas no preço das diárias).

Na cidade, é possível pode contratar passeios de barco para lugares vizinhos, como a ilha Saona, com cenários dominados por coqueirais e um mar cristalino, que lembram os do filme "A Lagoa Azul".

Adis Abeba (Etiópia)

A Catedral Medhane Alem, em Addis Ababa, Etiópia - Getty Images
A Catedral Medhane Alem, em Addis Ababa, Etiópia
Imagem: Getty Images

A Etiópia é um dos países mais originais da África, onde se pratica um cristianismo ortodoxo todo próprio e onde não se fala um idioma europeu como língua principal (algo que acontece em outras nações africanas).

Sua capital recebe voos diretos desde o Aeroporto de Guarulhos, que são realizados pela Ethiopian Airlines e têm cerca de 12 horas de duração.

A cidade tem atrativos para manter o turista entretido por dois ou três dias, como o Museu Etnológico (que aborda aspectos culturais fascinantes das diversas etnias que existem na Etiópia), a Catedral de São Jorge (um dos melhores lugares para ver as cerimônias do cristianismo ortodoxo do país) e o Merkato, um gigantesco e caótico mercado de rua onde são vendidos coloridos artesanatos e aromáticas especiarias etíopes.

E o mais importante: Adis Abeba é a melhor base de onde organizar viagens para a sagrada cidade de Lalibela, que fica a cerca de 700 km de distância e abriga mais de 11 igrejas esculpidas a partir das montanhas locais (e que são consideradas Patrimônios Mundiais pela Unesco). Para ir até lá, vale a pena pegar avião ou encarar uma longa viagem de ônibus.

Fort Lauderdale (EUA)

Fort Lauderdale, na Flórida, Estados Unidos - Getty Images
Fort Lauderdale, na Flórida, Estados Unidos
Imagem: Getty Images

Brasileiros amam a Flórida, mas nem todos sabem que é possível ir até a cidade com voos diretos da Azul que saem de alguns aeroportos do Brasil, como Viracopos, em Campinas (com duração de aproximadamente 9 horas) e Confins, que serve Belo Horizonte (8h30).

E a cidade norte-americana, que fica a cerca de 50 km ao norte de Miami, abriga atrativos bem divertidos para as férias: o local tem praias, passeios com embarcações em seus canais e diversas opções de ótimos restaurantes e bares.

Para quem gosta de atividades culturais, Fort Lauderdale oferece o NSU Art Museum, com mais de 7.000 obras de arte, incluindo trabalhos de Andy Warhol e Rufino Tamayo.

O Sawgrass Mills, por sua vez, que é um dos mais famosos outlets da Flórida, fica lá perto, na cidade de Sunrise, a aproximadamente 25 quilômetros de distância.

Munique (Alemanha)

Munique, na Alemanha - Getty Images/iStockphoto
Munique, na Alemanha
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Esta é uma grande cidade da Europa que ficou mais acessível para os brasileiros recentemente: em dezembro de 2019, a capital da região da Bavária voltou a receber voos diretos desde o Aeroporto de Guarulhos.

Operadas pela Lufthansa, as viagens duram aproximadamente 11h30 e dão a chance para o brasileiros conhecer, de maneira mais fácil, a cidade.

Entre os cartões-postais locais estão a praça Marienplatz (cheia de obras-primas da arquitetura, como o edifício Neues Rathaus), o museu Brandhorst (um dos principais centros de arte contemporânea da Alemanha) e o museu da BMW.

Outro destaque é a principal Oktoberfest do mundo, que acontece todos os anos. E, a aproximadamente 110 quilômetros da cidade, fica o Castelo de Neuschwanstein, erguido no século 19 a mando do rei Ludwig 2º e que parece o Castelo da Cinderela (da Disney), só que da vida real.

Cidade do México (México)

Palácio Bellas Artes, na Cidade do México - David Carballar/Unsplash
Palácio Bellas Artes, na Cidade do México
Imagem: David Carballar/Unsplash

Para quem gosta de metrópoles, a capital mexicana tem tudo para ser um dos destinos mais legais do mundo.

Acessada por voos diretos que saem de Guarulhos e que são operados pela Aeromexico e Latam (e que duram menos de 10 horas), este centro urbano tem atrativos para ocupar, pelo menos, uma semana de qualquer viagem de férias.

Um passeio pelo centro da Cidade do México, por exemplo, é uma verdadeira viagem no tempo. Lá está o Zócalo, praça que ocupa uma área de 47 mil m² e ao redor da qual existem construções dos séculos 16, 17, 18, 19 e 20.

Uma delas é a Catedral Metropolitana, erguida a partir de 1573 sobre construções astecas destruídas pelos espanhóis e que possui, em seu interior, obras de arte barrocas.

Outro tour imperdível é uma caminhada pela arborizada avenida Paseo de la Reforma, ao redor da qual surgem cartões-postais como o Monumento à Revolução (onde está o túmulo de Francisco "Pancho" Villa).

Não faltam museus na cidade: entre eles se destacam o Museu de Arte Moderna (que reúne obras dos principais artistas mexicanos do século 20, como Frida Kahlo e David Alfaro Siqueiros), o Museu Frida Kahlo (instalado na casa onde viveram, na primeira metade do século 20, a pintora Frida Kahlo e seu companheiro, Diego Rivera) e o Museu Nacional de Antropologia, com uma coleção incrível de relíquias astecas.

Para uma boemia verdadeiramente mexicana, vá, à noite, até a Praça Garibaldi, onde se reúnem grupos de mariachis para cantar e tocar seus instrumentos ao ar livre.

Roteiros internacionais