Conteúdo publicado há 2 meses

PM agride esposa com socos e a mata a tiros no meio da rua em São Paulo

Um policial militar foi preso após matar a mulher no meio da rua em Perus, na zona norte de São Paulo.

O que aconteceu

O soldado Thiago Cesar de Lima de 36 anos contou à polícia que ele e a mulher começaram a discutir dentro do carro na madrugada de domingo (3). Eles estavam na rua Bananalzinho.

Imagens mostram que a mulher desce do carro e abre uma das portas traseiras, onde está o marido. Ela tenta puxá-lo para fora do carro e dá um soco nele.

O policial, que estava de folga, sai do carro desferindo vários socos na mulher e dá tiros à queima-roupa. Vizinhos testemunharam a cena de violência.

A vítima fica no chão e ele entra no carro para ir embora. Segundos depois, ele retorna e arrasta a mulher até o carro.

A vítima foi levada ao PS Taipas, onde morreu. O policial militar foi preso em flagrante por feminicídio e uma pistola calibre .40 foi apreendida para perícia.

O policial foi encaminhado ao Presídio Militar da Romão Gomes e Corregedoria foi acionada. O caso foi registrado como feminicídio pela 4ª Delegacia de Defesa da Mulher Norte.

Na tarde desta segunda-feira (4), a Justiça de São Paulo converteu a prisão em flagrante do soldado em preventiva (por tempo indeterminado) na audiência de custódia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes