PUBLICIDADE

Topo

Universa

Caso Isa Penna: eleitoras fazem campanha exigindo que deputados cassem Cury

A deputada Isa Penna foi apalpada pelo colega Fernando Cury no plenário da Alesp - Arquivo Agência Alesp
A deputada Isa Penna foi apalpada pelo colega Fernando Cury no plenário da Alesp Imagem: Arquivo Agência Alesp

De Universa

23/03/2021 04h00

Lançada no início de março, a campanha "Por Uma Punição Exemplar" tem como objetivo pressionar os 87 deputados da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) para cassarem o deputado estadual Fernando Cury (Cidadania), acusado de importunação sexual contra a colega Isa Penna (PSOL), em dezembro de 2020, no plenário.

Nas gravações da sessão, é possível ver Cury apalpando e encoxando Isa, que prontamente se afasta dele. A deputada o denunciou ao Conselho de Ética da casa, que optou por uma pena branda a Cury, com um afastamento de 119 dias — o que é considerado uma licença, não uma punição. O processo será votado em plenário nas próximas semanas e essa pena poderá sofrer alteração.

Por conta dessa pena branda a Cury é que a escritora Beatriz Bracher, fundadora da Editora 34, e gestora cultural Mari Stockler decidiram lançar a campanha "Por Uma Punição Exemplar" pedindo a cassação do mandato de Cury. Outros movimentos se juntaram a elas nessa campanha, como o Vote Nelas e o Elas no Poder, que incentivam a participação feminina na política.

A escritora Beatriz Bracher em participação na Flip - Divulgação/Flip - Divulgação/Flip
A escritora Beatriz Bracher (foto) e a gestora cultural Mari Stockler criaram a campanha "Por Uma Punição Exemplar" pedindo a cassação de Cury
Imagem: Divulgação/Flip

"Essa humilhação pública que a deputada Isa Penna sofreu, à qual tão bem reagiu e continua a reagir, foi sentida por todas mulheres que assistiram ao vídeo, como se fosse com elas que ele estivesse mexendo. Por isso criamos a campanha", diz Beatriz a Universa.

A campanha é um abaixo-assinado que funciona de uma maneira diferente: cada assinatura é anexada em uma mensagem já pronta que vai diretamente para a caixa de entrada de 87 deputados paulistas que ainda não se posicionaram sobre o caso. Para participar, basta acessar o site www.porumapunicaoexemplar.com, clicar em "pressione pela cassação" e preencher nome e e-mail. A mensagem enviada pedindo um posicionamento dos deputados diz que a decisão do Conselho de Ética é "desrespeitosa com as mulheres".

O deputado estadual Fernando Cury (Cidadania) - Arquivo Agência Alesp - Arquivo Agência Alesp
O deputado estadual Fernando Cury (Cidadania)
Imagem: Arquivo Agência Alesp

"Estamos falando da lei de importunação sexual, que tem punição de um a cinco anos. É muito importante que os deputados da Alesp sejam aliados e ativos para que seja dada uma pena exemplar", diz Maisa Diniz, do Vote Nelas, envolvida na organização da campanha.

Até esta segunda-feira (12), mais de 10 mil pessoas haviam aderido ao abaixo-assinado. Quem participar, receberá uma newsletter semanal com informações sobre o processo.

A Universa, Isa conta que quando Beatriz e Mari a procuraram, "foi um baque e uma honra imensa".

As duas possuem uma jornada na luta pelo bem-estar social no Brasil e tê-las como aliadas me faz acreditar que nada se faz sozinha. Me dá a sensação de que é só o começo e de que muitas outras virão lutar conosco. Eu sei quem estou enfrentando e sei que não seria fácil. A campanha é só mais um sinal de que estou do lado certo.

Para a parlamentar, independentemente de haver uma pena justa, o caso criou um precedente importante no que diz respeito à união e à luta das mulheres. "Agora se abriu uma fresta na história e, por isso, não haverá descanso nenhum da minha parte e das que estão comigo", diz.

Universa