PUBLICIDADE

Topo

Política

Amanda Gorman: quem é a poetisa de 22 anos que participou da posse de Biden

Júlia Flores

De Universa

20/01/2021 16h34

A americana de 22 anos Amanda Gorman se tornou a poetisa mais jovem a participar de uma cerimônia de posse presidencial dos Estados Unidos. Na tarde desta quarta-feira (20), Gorman leu o poema "A montanha que subimos", que foi finalizado após a invasão ao Capitólio, enquanto Joe Biden assumia oficialmente a liderança dos EUA.

Amanda nasceu em Los Angeles no ano de 1998. Assim como o atual presidente americano, ela também enfrentou problemas de dicção quando era criança. "Isso me tornou a artista que sou e a contadora de história que me esforço para ser", disse a jovem em uma entrevista ao Los Angeles Times.


Para o jornal americano The New York Times, Amanda disse que o poema lido na posse é uma composição que ela espera que "fale com o momento" e "faça justiça a este tempo".

"Nós vimos uma força que destruiria nossa nação em vez de compartilhá-la,
Destruiria nosso país se isso significasse atrasar a democracia.
E esse esforço quase deu certo.
Mas embora a democracia possa ser periodicamente adiada,
Nunca pode ser derrotado permanentemente
Nesta verdade, nesta fé nós confiamos.
Por enquanto temos nossos olhos no futuro,
A história está de olho em nós. "

Gorman acabou de se graduar em sociologia pela Harvard. Em 2015, ela publicou o primeiro livro: "The One for Whom Food Is Not Enough" (em português, "Aquele para quem a comida não é suficiente"). Neste ano a jovem se prepara para lançar sua segunda obra, dessa vez um livro de imagens.


Essa não é a primeira vez que a artista entra para a história americana. Em 2017 ela foi a primeira jovem a ser nomeada Poeta Laureada Nacional dos Estados Unidos. Misturando ativismo político com literatura, Amanda se inspira no trabalho de Maya Angelou, Richard Blanco e Robert Frost, outros poetas que se apresentaram em posses presidenciais anteriores.

Política