PUBLICIDADE

Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Stalkeadas

Ela fez perfil no Tinder "imitando macho escroto", mas foi banida em 24h

Marina escreveu um biografia inspirada nos piores perfis masculinos do Tinder - Reprodução/Instagram
Marina escreveu um biografia inspirada nos piores perfis masculinos do Tinder Imagem: Reprodução/Instagram

Mariana Gonzalez

De Universa, em São Paulo

16/01/2021 13h51

Se você é mulher, heterossexual e usa o Tinder, provavelmente já se deparou com perfis de homens que escrevem, na biografia, coisas como "não dê like se for gorda" ou "não aceito mulher com filhos". Pois a influenciadora Marina Smith decidiu fazer um experimento: criar um perfil feminino dizendo as mesmas coisas, mas "rejeitando" características masculinas.

No aplicativo, ela pediu: "Não dê like: se não souber o que é clitóris, se ficar fazendo drama para lavar louça, se sua mãe ainda lava suas cuecas". Ela diz, ainda, não aceitar "sequência de selfies na academia" e "sequência de fotos sem camisa". O resultado? A conta foi banida menos de 24 horas depois.

Marina contou para Universa que não é usuária do Tinder há alguns anos, mas que a ideia surgiu em um grupo de amigas, que sempre comentam sobre situações deste tipo tanto em apps de relacionamento, quanto em redes sociais comuns, como o Instagram e o Facebook.

"Nós ficamos pensando em como seria bom dar uma resposta direta para esses caras, esquecer essa coisa de ser educada, simpática. Baixei o Tinder e, com a ajuda delas, montei essa descrição sincerona", conta.

Print Marina Smith - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Marina compartilhou a biografia que criou
Imagem: Reprodução/Instagram
Print Marina Smith - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
E mostrou que sua conta foi excluída
Imagem: Reprodução/Instagram

Marina continua: "A ideia era ver o que ia acontecer. Eu achei que ia ser muito xingada, mas não achei que a conta ia ser excluída".

O perfil de Marina foi criado com fotos dela e dados cadastrais reais. Ela acredita que, por conta da bio, sua conta tenha sido denunciada diversas vezes e, então, excluída pelo Tinder.

Nessas menos de 24 horas em que a conta ficou ativa, Marina chegou a dar um match, mas ele foi desfeito minutos depois. "Acho que ele não tinha lido antes de dar like e, depois do match, viu a descrição e voltou atrás", diz.

"O ego masculino é frágil, um bibelô"

"Os homens podem escrever essas coisas sem noção porque a gente vive numa sociedade que machista. Desde cedo a mulher está acostumada a ser tratada dessa forma, é uma coisa normalizada. Mas quando a mulher faz, não. A gente tem que ser quietinha, ficar na nossa, ser simpática", critica.

"A gente vê esses perfis ridículos no Tinder toda hora, mas não denuncia porque nem ficamos mais surpresas com isso. Em compensação, os caras não estão acostumados. Além disso, têm um ego muito frágil. O ego masculino é um bibelô".

Universa procurou o Tinder, mas não recebeu posicionamento. O espaço continua aberto, caso a plataforma queira se manifestar.

Stalkeadas