PUBLICIDADE

Topo

Universa

Ministério da Saúde lança Campanha do Outubro Rosa 2020

Lançamento da Campanha do Outubro Rosa 2020 - Divulgação/Ministério da Saúde
Lançamento da Campanha do Outubro Rosa 2020 Imagem: Divulgação/Ministério da Saúde

Colaboração para o Universa, em São Paulo

07/10/2020 12h46

O Ministério da Saúde lançou hoje a Campanha do Outubro Rosa 2020, ação que visa promover a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Estiveram presentes no evento o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e outros secretários do Governo.

Com o slogan o "Cuidado com as mamas, carinho com seu corpo", o lançamento teve como uma de suas principais pautas a importância do autoexame e da mulher descobrir cedo a doença.

"Fica aqui uma observação, mais cedo tratar mais cedo de curar. É simples assim", disse o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

De acordo com dados apresentados pelo secretário de Atenção Especializada a Saúde, Luiz Otavio Franco Duarte, em 2020 houve uma queda do número de exames nos institutos públicos de saúde. De janeiro a julho de 2019 foram realizadas pouco mais de dois milhões de mamografias neste período.

Já neste ano, o número caiu para um milhão de exames durante os sete primeiros meses do ano. Segundo o secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Câmara Medeiros Parente, a motivação da queda teria sido a pandemia.

"Em nenhum momento na nossa rede federal de assistência os hospitais e institutos foram fechados. Talvez o efeito de uma estratégia do passado de ficar em casa tenha prejudicado este acesso", disse o secretário Luiz Otávio Franco Duarte.

Pazuello falou sobre o desafio que o Ministério enfrenta daqui para frente:

"A segunda onda da pandemia não é o replique e sim as doenças e tratamentos que foram interrompidos ou não foram começados. Esse é o desafio do SUS. O desafio da pandemia continua, já com uma redução sendo vista, mas já estamos nos preparando para a próxima etapa", disse ele citando a importância do Sistema Único de Saúde para isso.

Única pessoa da mesa que não utilizava máscara, a primeira-dama Michelle Bolsonaro exaltou o papel do voluntariado na luta contra o câncer de mama.

michelle outubro rosa - Reprodução/Ministério da Saúde - Reprodução/Ministério da Saúde
Primeira-dama Michelle Bolsonaro durante lançamento da Campanha do Outubro Rosa 2020
Imagem: Reprodução/Ministério da Saúde

"Quero ressaltar o papel do voluntariado no resgate da confiança e autoestima das mulheres que passam por isso. São essas redes de apoio que contribuem significativamente no apoio das mulheres. Juntos podemos transformar o Brasil em um país mais justo e solidário", falou Michelle incentivando as pessoas a ajudarem da forma que puderem.

Também presente no evento, a ministra da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Damares Alves, deu um recado para as mulheres que estão enfrentando a doença.

"Fiquem firmes, olhem quando testemunhos estão sendo realizados nesse evento. Olhem quantas mulheres que a gente conhece que passaram por isso. Aqui tem o Ministério da Saúde com técnicas especializadas, que pensam todo dia em vocês", disse a ministra. "Queria vestir rosa todo dia porque o governo Bolsonaro também é um governo rosa", completou ela pedindo para que a campanha de prevenção seja diária e não apenas durante o Outubro Rosa.

Universa