PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

MPF move ação contra mulher que incitou morte de gays no Twitter

MPF quer que mulher pague indenização de R$ 50 mil por danos morais coletivos - Getty Images
MPF quer que mulher pague indenização de R$ 50 mil por danos morais coletivos Imagem: Getty Images

De Universa, em São Paulo

09/09/2020 19h09

A PRDC (Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão) do MPF (Ministério Público Federal) entrou com uma ação contra uma mulher de Belo Horizonte que teria incitado a morte de homossexuais em publicação no Twitter

Em dezembro de 2018, ela perguntou a outra pessoa na rede social se sua escopeta estava preparada em uma mensagem com emojis de deboche. "A conduta da demandada não se restringiu ao mero desferimento de ofensas à honra de um grupo social, tendo incorrido em verdadeira incitação à violência", diz a ação.

O MPF pede que a acusada pague uma indenização de R$ 50 mil por danos morais coletivos e seja obrigada a postar em seu perfil pessoal uma retratação pública referente ao caso.

A mensagem dela, para o MPF, tem caráter homofóbico porque propõe a eliminação de pessoas homossexuais ao incitar o assassinato e a "caça aos veados". Em nota, o órgão afirma que ela "desrespeitou direitos fundamentais decorrentes da dignidade humana, impondo-lhe, com isso, o dever de indenizar os danos morais causados a tal coletividade".

Diversidade