PUBLICIDADE

Topo

Tinder libera gratuitamente função para conversar com pessoas do mundo todo

Reprodução
Imagem: Reprodução

De Universa

01/04/2020 14h44Atualizada em 01/04/2020 19h54

Apesar do isolamento, o Tinder continua bombando. De acordo com dados divulgados pela empresa, o número de "swipes" (deslizamento para esquerda ou para a direita nas fotos) bateu recorde no domingo (29). O aplicativo associa o uso intensificado às sensações de ansiedade e de solidão desencadeadas pela pandemia.

Outra informação divulgada pela empresa é de que à medida que as partes do mundo entraram em quarentena, os membros começaram a usar a função 'Passaporte', que até então só era liberada para as versões pagas, mais intensamente. A taxa de uso do recurso aumentou em 15% no Brasil na última semana de março. Na Alemanha, o aumento foi de 19%, enquanto na Índia, ficou em 25%.

Agora, o aplicativo liberou a função gratuitamente a todos os membros. Para ter acesso, é preciso atualizar o app para as versões 11.12 nos dispositivos iOS e Android.

Para fazer a alteração, basta tocar no ícone do perfil, clicar em "configurações" e tocar em "deslizando" para os dispositivos Android ou em "localização" nos iOS. Em seguida, você escolhe uma cidade, do país que quiser. Os membros nos quais você der like utilizando o recurso podem ver seu perfil até um dia depois da alteração do local.

No teste feito pela redação, após a atualização do app, o recurso levou algumas horas para ser disponibilizado.

Na quarentena, conversas mais longas

O Tinder tem enviado aos usuários mensagens reforçando as recomendações da OMS, pedindo que todos respeitem o período de distanciamento social frente à disseminação do novo coronavírus. O posicionamento oficial da empresa é pedir que as pessoas não se desconectem, mas que "deixem as coisas por lá", ou seja, continuem conversando em conhecendo pessoas apenas no espaço virtual.

De fato, as conexões têm sido mais longas. As conversas diárias ao redor do mundo aumentaram em média 20% e a duração delas se tornou 25% maior. No Brasil, o papo aumentou 25% e está 20% mais longo.

"Fique em casa", "fique seguro", "mantenha o distanciamento social", "como vai você" e emojis que representam o ato de lavar as mãos e o rosto estão sendo cada vez mais usados nas biografias, assim como piadas sobre papel higiênico.

Deu Match!?