Topo

Fofura: Cuidadores de zoo na Austrália criam bebê vombate após morte da mãe

O vombate Waru, no zoológico de Taronga, na Austrália - Reprodução/Facebook
O vombate Waru, no zoológico de Taronga, na Austrália Imagem: Reprodução/Facebook

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

26/08/2019 15h19

O zoológico de Taronga, na Austrália, viralizou nas redes ao mostrar o seu mais novo morador, o bebê vombate Waru. A história do fofíssimo bichinho comoveu os internautas: após a morte de sua mãe, Waru está sendo criado pelos cuidadores do zoo.

O pequeno marsupial nasceu em fevereiro, mas perdeu a mãe três meses depois devido a uma infecção fúngica. Acontece que, aos três meses, os bebês vombates ainda estão se desenvolvendo, e precisam passar boa parte do tempo na bolsa marsupial de suas mães para sobreviver.

Um vídeo de Waru postado na página oficial do zoológico já atraiu quase 100 mil visualizações, e foi compartilhado 1.500 vezes. "Ele roubou nossos corações", declararam os cuidadores na legenda.

Suzie McNamara é uma das principais responsáveis por cuidar de Waru. "Ele exige cuidados 24 horas por dia, 7 dias por semana. Precisamos alimentá-lo com uma mamadeira a cada quatro horas", explicou ao The Independent.

"Ele vai onde quer que a gente vá. Ao trabalho, para casa, até para as lojas", continuou. "Waru tem uma personalidade e tanto. Ele é curioso, e gosta quando a gente dá uma 'coçadinha' nele".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Fofuras