PUBLICIDADE

Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução


Transforma

Escolas católicas da Austrália usam gênero neutro para se referir a Deus

Alunas da escola Stuartholme - Instagram/Reprodução
Alunas da escola Stuartholme Imagem: Instagram/Reprodução

da Universa

06/06/2019 10h21

Algumas escolas católicas de elite na Austrália passaram a adotar uma maneira diferente de se referir a Deus. Segundo reportagem do Courier Mail, de Brisbane, colégios para meninas estão evitando palavras como "Pai", "Filho" e "Senhor" durante as orações e aulas.

Uma das escolas, a Stuartholme, inclusive dispensou o "himself" (ele mesmo) por "Godself" (algo como Deus mesmo). "Como acreditamos que Deus não é homem nem mulher, Stuarholme tenta usar termos de gênero neutro nas orações, de forma que a nossa comunidade entenda mais profundamente quem Deus é para elas, como Deus se revela através das criações, nossas relações com outros e com a pessoa de Jesus", explicou um representante da escola.

Em outra instituição, a All Hallows, as alunas se referem ao "Criador (palavra neutra no inglês), Jesus e Espírito Santo" enquanto fazem o sinal da cruz, no lugar de dizerem "O Pai, o Filho e o Espírito Santo". Andrea Dean, diretoar do Escritório Católico para a Participação de Mulheres, se mostrou animada com as mudanças nas escolas. "É maravilhoso que eles tenham a sensibilidade quanto a maneira que Deus é chamado. Nos tempos que as escrituras foram feitas, Senhor e Pai eram termos de honra, a maioria dos termos de honra se referia a homens", ponderou.

Porém, nem todos gostaram das resoluções dos colégios. O lobista cristão australiano Lyle Shelton reagiu as notícias de maneira negativa. "Isso é uma evidência mais clara da agenda de abolição de gênero. Agora eles querem abolir o gênero na religião. Na teologia cristã, Deus se expressa como pai, no gênero masculino. As escrituras claramente se referem a ele como pai", disparou.

No ano passado, o Arquebispo de Canterbury, líder espiritual e chefe da Igreja Anglicana, afirmou durante um discurso que Deus tinha gênero neutro. "Deus não é um pai da maneira que um ser humano é. Deus não é homem nem mulher. Deus não é definido", pontuou.

Transforma