Topo

Casamento


Noiva com câncer é surpreendida por enfermeiros e se casa em hospital de SP

Eliane e seu marido, Júnior, durante a cerimônia na Santa Casa de São José do Rio Preto, no interior paulista - Reprodução/Facebook/José Deroides Fotografias
Eliane e seu marido, Júnior, durante a cerimônia na Santa Casa de São José do Rio Preto, no interior paulista Imagem: Reprodução/Facebook/José Deroides Fotografias

Mariana Gonzalez

Da Universa, em São Paulo

25/03/2019 12h10

Resumo da notícia

  • Eliane Gasparini, de 42 anos, se casou na sexta (22) com o noivo, Júnior, com quem está há dez anos.
  • A cerimônia foi organizada em menos de 24 horas pelos funcionários do hospital, com direito a maquiagem, vestido branco, buquê de flores e bolo.
  • Após a cerimônia, paciente diagnosticada com câncer apresentou melhoras significativas e deve ter alta nesta segunda-feira (25).

A comerciante Eliane Gasparini, de 42 anos, e seu noivo, Luiz Carlos Spinola Junior, de 56 anos, já estavam juntos havia dez anos e faziam planos de economizar dinheiro para o casamento. Até que ela descobriu um câncer no pulmão, em junho de 2018.

"Esse sonho teve de ficar quietinho por um tempo, mas eles continuavam planejando o casamento para quando ela se curasse", disse a filha de Eliane, Larissa Gasparini, à Universa.

Na sexta-feira (22), no entanto, o casal disse "sim" perante um padre, um representante do cartório e toda a família no quarto em que a noiva está internada há quase duas semanas, na Santa Casa de São José do Rio Preto, no interior paulista.

A cerimônia -- com direito a maquiagem, vestido branco, bolo e buquê de flores -- foi organizada pelos enfermeiros do hospital, depois que uma das profissionais ouviu a paciente contar que sonhou que estava se casando e começou a perguntar por sua aliança.

Os preparativos de Eliane para seu casamento no quarto do hospital - Reprodução/Facebook/José Deroides Fotografias
Os preparativos de Eliane para seu casamento no quarto do hospital
Imagem: Reprodução/Facebook/José Deroides Fotografias

"Como recentemente o câncer chegou à meninge, ela perdeu parte dos movimentos, fala muito pouco e, às vezes, perde a lucidez. Mas nesse dia acordou perguntando da aliança, que tiramos por conta do inchaço na mão dela", lembra Larissa.

O quarto de hospital foi decorado em menos de 24 horas e, segundo a filha, era nítida a expressão de felicidade no rosto de Eliane, que apresentou melhoras significativas no grande dia.

"Alguns dias antes ela não estava falando direito, mas na hora conseguiu fazer todas as juras que o padre pediu, conseguiu pegar a aliança devagarzinho e colocar no dedo dele. Foi emocionante", relata.

História de amor

Larrissa estava com a mãe quando ela conheceu o marido, há dez anos.

"Como ela criava os filhos sozinha, vendia trufas para complementar a renda. Um dia entramos num bar para oferecer os doces e ele estava lá. Minha mãe comentou comigo que achava ele bonito e, por acaso, ele veio atrás dela pedindo o telefone", lembra a filha. "Estão juntos desde aquela época".

Eliane e Júnior, em foto tirada antes do diagnóstico - Reprodução/Facebook
Eliane e Júnior, em foto tirada antes do diagnóstico
Imagem: Reprodução/Facebook

Além de Larissa, que tem 22 anos, Eliane também é mãe de Kleber, de 26, Reinaldo, de 24, e Andrey, de 14.

Segundo a única filha, o relacionamento dos dois sempre foi saudável e divertido. "Eles gostavam de tomar cerveja, reunir os amigos, nada de briga", conta.

Antes de a paciente ser diagnosticada com câncer, ela e o então noivo abriram um novo negócio: um restaurante especializado em coxinhas, pensando justamente nas economias para o casamento.

"O sonho dela era esse. Ela nunca foi casada e os relacionamentos anteriores foram muito decepcionantes, até que ela conheceu o marido, que é um anjo", conta Larissa.

Durante o tratamento, que incluiu sessões de rádio e quimioterapia, ele nunca saiu do lado dela, segundo a filha.

"Quando a doença começou a avançar, o Júnior equipou a casa dele com cama hospitalar, cadeira de banho, tudo para ela ficar bem lá. Ele leva e traz a gente de Barretos, onde ela faz o tratamento".

Com a melhora após o casamento, os médicos acreditam que Eliane terá alta na tarde desta segunda-feira (25).