PUBLICIDADE

Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor


Pausa

10 filmes disponíveis na Netflix que não são pornô, mas enchem de tesão

Da Universa

15/11/2018 04h00

A Netflix tem um cardápio para todos os gostos --inclusive para aqueles que gostam de algo mais picante. A Universa garimpou algumas produções que, cheias de cenas de sexo, podem fazer o seu fim de semana prolongado mais quente. Veja: 

Veja também:

Segundas Intenções - Divulgação - Divulgação
Segundas Intenções (1999)
Imagem: Divulgação

Segundas Intenções (1999)

Baseado no livro clássico “Ligações Perigosas”, o clássico do fim dos anos 1990 narra a trajetória de Sebastian (Ryan Phillipe) para tirar a virgindade de Annette (Reese Witherspoon) após fazer uma aposta com sua meia-irmã, Kathryn (Sarah Michelle Gellar). Recheado com cenas de sexo, o filme tem uma das cenas de beijo lésbico mais famosas do cinema.

Newness - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Newness (2017)

Nicholas Hoult e Laia Costa são um casal que se conheceu em um aplicativo e logo começaram a namorar. Como bons millennials em busca de prazer individual, eles decidem embarcar em uma relação aberta para viver diferentes experiências sem abrir mão do afeto que têm um pelo outro. 

Perdas & Danos - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Perdas & Danos (1992)

Estrelado por Jeremy Iron e Juliette  Binoche, o clássico mostra um político britânico embarcando em uma relação destrutiva ao se apaixonar pela sedutora noiva de seus próprio filho. O clássico mostra como o tédio de uma vida "comum" podem levar pessoas a encarar situações que podem levar tudo a perder. 

King Cobra - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

King Cobra (2016)

A trajetória de um jovem como ator pornô gay é a parte central do filme, que tem James Franco e Alicia Silverstone no elenco e é cheio de cenas de sexo entre homens e com casais heterossexuais. O filme é baseado na biografia do ator Brent Corrigan. 

Como Planejar uma Orgia em uma cidade pequena - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Como Planejar uma Orgia em Cidade Pequena (2015)

Cassie Cranston (Jewel Staite) era considerada promíscua na cidade em que cresceu, mas acabou virando colunista sexual. Quando ela retorna para o funeral de sua mãe, ela apimenta a vida da população local com planos de fazer uma orgia. O filme mistura humor, sensualidade e uma crítica ao conservadorismo. 

Jogos Perigosos - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Jogo Perigoso (2017)

Um casal, feito por Carla Gugino e Bruce Greenwood, adora fazer brincadeiras sexuais. Porém, quando estão em uma cabana distante, um dos jogos acaba saindo errado e Jessie, algemada a uma cama, precisa lidar com vários demônios. A produção da Netflix é dirigida por Mike Flanagan e conta com cenas de submissão. 

Amar - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Amar (2017)

María Pedraza, de “A Casa de Papel”, interpreta Laura, que vive, ao lado do primeiro amor Carlos, a intensidade e a fragilidade de uma relação idealizada cheia de cenas quentes de sexo.

Beleza Americana - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Beleza Americana (1999)

Sexy e premiado pelo Oscar de melhor filme, a produção de Sam Mendes mostra como um pai suburbano e sexualmente frustrado acaba tendo sonhos quentes com a melhor amiga de sua filha adolescente.

Bruna Surfistinha - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Bruna Surfistinha (2011)

Baseado no livro “O Doce Veneno do Escorpião”, o filme estrelado por Deborah Secco narra a vida da garota de programa Bruna Surfistinha, filha adotiva de uma família rica que larga tudo para viver e escrever sobre sexo em seu blog. 

Kiki - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Kiki - Os Segredos do Desejo (2016)

Em um verão quente de Madri, cinco casais desconhecidos que parecem bastante comuns percebem a necessidade de explorar a sexualidade, brincando com os limites de suas relações enquanto suas histórias se sobrepõem.

Pausa