Topo

Relacionamentos

De gases a dormirem nus, elas demoram mais do que eles para ter intimidade

Peidar na frente do parceiro (a)? - Getty Images
Peidar na frente do parceiro (a)? Imagem: Getty Images

Da Universa

09/09/2018 12h59

Uma marca de colchões inglesa resolveu ouvir 1009 pessoas, entre homens (48%) e mulheres (52%), para saber quando eles se sentiram à vontade para dividirem a mesma cama, acordarem um ao lado do outro, se beijaram antes de escovarem os dentes ou dormirem nus. Os entrevistados têm entre 18 e 75 anos e não necessariamente moram juntos, mas todos estão em um relacionamento. 

De acordo com os dados, os homens se mostraram mais à vontade em relação às mulheres diante da maioria dos hábitos. Os entrevistados do sexo masculino, por exemplo, precisaram de apenas três meses para se sentirem confortáveis para dormires nus, já as mulheres cerca de quatro meses. 

Veja também

A pesquisa também mostra que as mulheres levaram mais tempo para se sentirem confortáveis diante de algumas ações do dia a dia a dois, como, por exemplo, dormirem na casa do parceiro – cerca de quatro meses, enquanto os homens, um mês.

Foi necessário quase nove meses em média para as entrevistadas conseguirem soltar gases na cama ou irem ao banheiro com a porta aberta. Os entrevistados se sentiram confortáveis para isso em seis meses de relacionamento.

Outro dilema: fazer cocô na frente do parceiro. Foram necessários 11 meses para que as entrevistadas se sentissem à vontade para isso, três a mais em relação aos homens.

Beijos matutinos somente após cinco meses, para os boys tudo certo em três meses. Tomar banho junto outra questão complicada. Para mulheres, cinco meses; já no caso dos homens, quatro meses.

No geral, as pessoas se sentem mais à vontade em ter alguém dormindo em sua própria casa do que ao contrário. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Relacionamentos