PUBLICIDADE

Topo

Universa

Detalhe torna capa da TIME com vítimas de assédio ainda mais poderosa

Do UOL

07/12/2017 10h34

Diante da revelação que a revista TIME havia escolhido vítimas de assédio como "Personalidade do Ano", nome famosos como Ashley Judd e Taylor Swift chamavam atenção logo na capa. Porém, um pequeno detalhe mostrava que a publicação não era somente sobre aquelas que denunciaram, mas também para as que sofrem este tipo de violência caladas.

Veja também

No canto inferior direto, é possível ver somente um braço feminino, sem revelar o rosto. A ideia é retratar justamente as que ainda não denunciaram seus casos de assédio.

Capa da Time revela detalhe - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Capa da New York - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução
A iniciativa da revista movimentou a internet, que lembrou que não foi a primeira vez que "esconder" é tão impactante quanto mostrar o rosto das vítimas de assédio.

Em agosto de 2015, a revista New York estampou a capa com a figura das vítimas do comediante Bill Cosby, mas uma cadeira estava vazia, deixando entender que havia mais mulheres que foram assediadas, mas ainda não foram a público.

Universa