Topo

Universa


Universa

Após trabalhar 13 horas, modelo russa de 14 anos entra em coma e morre

A modelo russa Vlada Dzyuba estava morando e trabalhando na China, há três meses - Reprodução/The Siberian Times
A modelo russa Vlada Dzyuba estava morando e trabalhando na China, há três meses Imagem: Reprodução/The Siberian Times

Do UOL

28/10/2017 12h35

Após trabalhar 13 horas seguidas, em um evento de moda em Xangai, na China, a modelo russa Vlada Dzyuba, de 14 anos, entrou em coma. Dois dias após ficar inconsciente, ela morreu, segundo o jornal inglês "Daily Maily".

Leia também:

"No auge como modelo, destruí minha saúde pela magreza, era uma obsessão"

Modelo inglesa relata o drama de quase ter sido vendida como escrava sexual

"Passei fome quando era modelo, era neurótica", relembra Luana Piovani

De acordo com os médicos que atenderam, Vlada teve exaustão total e estava sofrendo de meningite crônica. A garota estava trabalhando na China havia três meses.

A agência que contratou Vlada está sendo acusada de "trabalho escravo". Pessoas próximas disseram que a modelo não tinha direito a seguro saúde e era pressionada a não procurar ajuda médica.

Oficialmente, a adolescente deveria trabalhar apenas três horas por dia e era obrigada a ter seguro médico.

O governo russo deve exigir explicações sobre o contrato de trabalho de Vlada, que envolveu a escola em que a menina estudava em sua cidade natal, Perm, nos Urais. Existe um movimento de modelos russas indo trabalhar na China.

A mãe da garota, Oksana, disse ter recebido ligações da filha em que ela relatava estar muito cansada e precisando dormir.

Mais Universa