PUBLICIDADE

Topo

Universa

Homem agride idosa em praça pública em São Vicente e gera revolta nas redes

do UOL, em São Paulo

27/10/2017 12h44

 

As imagens de um homem agredindo uma idosa na praça Barão do Rio Branco em São Vicente, no litoral paulista, viralizou e gerou debate nas redes sociais.

Veja mais

Postado por uma usuária do Facebook, o vídeo — que já foi compartilhado mais de 30 mil vezes e acumula 1 milhão de visualizações e 7,7 mil comentários indignados — mostra o homem e a senhora sentados lado a lado em um banco, enquanto discutem, até que ele bate nela algumas vezes. Os dois deixam a praça juntos em seguida. De acordo com o texto publicado pela autora do post, ela chamou uma viatura para denunciar o ocorrido, porém não houve resposta. 

O UOL procurou o 39º Batalhão de Polícia Militar de São Vicente e foi informado de que não havia registro de ocorrência. No entanto, através de sua assessoria de imprensa, o Comando de Policiamento do Interior afirmou que "a Polícia Militar foi acionada pelo telefone de emergência 190, a viatura compareceu ao local e teve contato com quem à solicitou. Porém, conforme informações do próprio solicitante, as pessoas descritas no vídeo não se encontravam mais no local."

A PM ainda afirma ter recomendado à Luciana que, caso as pessoas retornassem ao local ou houvesse informação sobre o paradeiro delas, voltasse a ligar para o 190.

A prefeitura da cidade também comunicou, através da sua Assessoria de Políticas Públicas da Mulher, "que está acompanhando o caso e tentando auxiliar a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal (GCM) nas investigações. 

Representantes da assessoria se reuniriam na manhã desta sexta, 27, na Delegacia da Mulher do Município para tratar do assunto. Ainda de acordo com a prefeitura, auxílio jurídico do setor está à disposição da idosa e pode ser procurado no Paço Municipal, na Rua Frei Gaspar, 384. Denúncias sobre violência contra a mulher podem ser feitas através do 180.

Violência contra o idoso

De acordo com dados do último relatório de dados sobre o envelhecimento no Brasil, referente ao levantamento de 2012 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e publicado pela Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal, 68,7% das denúncias por violência contra o idoso no Brasil são por negligência, 59,3% por violência psicológica, 40,1% por abuso financeiro e 34% por violência física.
 
Os registros de abandono e violência contra o idoso cresceram 16,4% entre 2015 e 2016, ainda de acordo com a Secretaria.

Universa