PUBLICIDADE

Topo

Universa

Homens ganharam 97% dos prêmios Nobel de ciência desde sua criação, em 1901

Placa em homenagem a Alfred Nobel - Getty Images
Placa em homenagem a Alfred Nobel Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/10/2017 23h43

Por mais um ano consecutivo, nenhuma mulher foi premiada nas categorias científicas do Nobel: Física, Química e Medicina. Desde sua criação, em 1901, apenas 3% das vencedoras foram mulheres, 18 no total, contra discrepantes 581 homens.

Na divisão por categorias, os números são ainda mais distantes: em Física, são 2 mulheres e 205 homens - sendo que a última premiada foi em 1963! Em Química, 4 mulheres e 174 homens. E, finalmente, em Medicina, 12 mulheres e 202 homens. Falta de candidatas não é uma das justificativas, já que neste ano, várias mulheres estavam entre as favoritas nas apostas das categorias. 

Os tempos não estão mudando

Em 2016, nenhuma mulher ganhou o Nobel em nenhuma das categorias, incluindo Paz, Literatura e a mais recente, Economia. Esta última, por sua vez, criada em 1969, ficou 40 anos sem premiar nenhuma mulher, até que, em 2009, premiou a primeira e única representante feminina da categoria, a americana Elinor Ostrom.

A autora australiana Leah Kaminsky escreveu em seu Twitter: "Nenhuma mulher recebe o prêmio Nobel este ano. Ah, os tempos, eles não estão mudando", em referência à música "The times, they're changin'", de Bob Dylan, vencedor do Nobel de Literatura de 2016. 

Universa